Frango vivo: Exportações em queda na comparação anual

Publicado em 01/12/2016 18:35
44 exibições

As exportações de carne de frango 'in natura' em novembro, que eram a grande expectativa do setor para impulsionar o escoamento da produção, vieram em baixa na comparação anual.

Segundo dados do pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, divulgados nesta quinta (01), mostram que os embarques deste mês ficaram, em volume, 14,8% menores que no mesmo período de 2015. Em receita a queda é de 11,8%.

Muito embora, os resultados não sejam satisfatórios em relação ao ano passado, quando comparados aos embarques de outubro/16, apontam ligeiro crescimento. Neste mês foram exportados 292,7 mil toneladas - 5,9% acima do registrado no mês passado. Já em receita o ganho é de 5,8%, com saldo de US$ 452,9 milhões.

Para o analista da Safras & Mercado, Fernando Henrique Iglesias, a dificuldade de retomada dos preços pode estar relacionada ao excesso de oferta interna, uma vez que as exportações não vêm conseguindo manter o mesmo ritmo de meses anteriores. “Apesar de estarem indicando certa recuperação ante o resultado de outubro, os embarques acumulados até agora estão inferiores aos registrados em novembro do ano passado. Essa redução pode estar relacionada ao fator cambial”, comenta.

Mercado

Diante da dificuldade no escoamento da produção, os preços do frango vivo no mercado independente permanecem estáveis desde o final de agosto.

Em São Paulo a referência está, a mais de cinquenta dias, cotada a R$ 3,10 o quilo. Já em Minas Gerais a cotação média permanece em R$ 3,30/kg, segundo a AVIMIG (Associação dos Avicultores de Minas Gerais).

No atacado a curva de preço também é negativa nos últimos meses. O frango abatido, por exemplo, registrou em novembro o menor valor do trimestre, cotado a R$ 4,20/kg no atacado da Grande São Paulo.

>> Confira a cotação completa do frango.

Por: Larissa Albuquerque
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário