Pancadas de chuva no centro-sul do Brasil favorecem lavouras de grãos esta semana

Publicado em 22/02/2016 14:43 e atualizado em 22/02/2016 15:25
85 exibições

logo mini reuters noticias

SÃO PAULO (Reuters) - Pancadas de chuva no Centro-Oeste, Sudeste e Sul do Brasil deverão beneficiar lavouras de grãos sem atrapalhar os trabalhos de campo, no auge da colheita de soja e em meio ao plantio da segunda safra de milho, disseram meteorologistas nesta segunda-feira.

O padrão do tempo será semelhante ao da semana passada, na qual, por exemplo, o Estado de Mato Grosso avançou bastante na colheita de soja e no plantio do milho, afirmou o agrometeorologista Marco Antônio dos Santos, da Somar Meteorologia.

"Esse padrão meteorológico está dando condições para que os produtores consigam realizar todas as suas atividades agrícolas, como colheita, plantio e demais tratos culturais", disse Santos em um relatório diário.

Segundo ele, há previsão para chuvas a qualquer hora do dia em praticamente todas as localidades de Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, bem como sobre a metade sul de Goiás e de Minas Gerais.

A Climatempo disse que haverá calor e pancadas de chuva no Centro-Oeste e partes do Norte.

"As chuvas mais frequentes são previstas para o Amazonas, Acre, Rondônia, oeste de Mato Grosso e nordeste de Mato Grosso do Sul", afirmou o instituto de meteorologia em um boletim semanal para o setor agrícola.

Os especialistas alertaram, no entanto, para grandes volumes acumulados no Paraná e em São Paulo, com possibilidade de prejuízos em lavouras e áreas urbanas.

"Nesta semana, as condições atmosféricas estarão favoráveis a formação de muitas áreas de instabilidade entre o Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul", disse a Climatempo.

O Rio Grande do Sul, onde muitas lavouras de soja estão em plena fase de enchimento de grãos, terá uma semana muito quente e com pouquíssima chuva. Volta a chover forte no Estado entre os dias 27 de fevereiro e 2 março.

O quadro também é de poucas chuvas no cinturão de grãos conhecido como Matopiba (Maranhão, Tocantins, Piauí e oeste da Bahia).

"A ausência de chuvas já está causando perdas bastante significativas em diversas lavouras de soja e milho. Há fazendas que estão a mais de 20 dias sem registro de chuvas", disse Santos.

As chuvas só deverão retornar para essas localidades produtoras apenas no próximo final de semana.

(Por Gustavo Bonato)

Tags:
Fonte: Reuters

Nenhum comentário