Após cair mais de 2%, milho esboça tímida reação e inicia sessão desta 4ª feira em campo positivo na CBOT

Publicado em 30/11/2016 08:12 e atualizado em 30/11/2016 13:45
195 exibições

Após as fortes quedas registradas no dia anterior, os futuros do milho negociados na Bolsa de Chicago (CBOT) iniciaram o pregão desta quarta-feira (30) com ligeiros ganhos. Por volta das 7h47 (horário de Brasília), as principais posições da commodity apresentavam leves valorizações entre 2,50 e 3,75 pontos. O dezembro/16 era cotado a US$ 3,40 por bushel e o março/17 a US$ 3,51 por bushel. Já o maio/17 trabalhava a US$ 3,59 por bushel.

O mercado esboça uma tímida reação depois de perder mais de 2% no pregão desta terça-feira. De acordo com informações das agências internacionais, as cotações do cereal acompanharam as quedas mais fortes observadas nos futuros da soja. As perdas registradas nos preços do petróleo também contribuíram para pressionar o mercado.

Paralelamente, a grande safra e estoques americanos ainda permanecem como um fator de pressão aos preços, conforme destacam os analistas. Com a finalização da colheita nos EUA, a perspectiva é que a produção fique acima de 386 milhões de toneladas do grão nesta temporada.

Veja como fechou o mercado nesta terça-feira:

>> Em Chicago, milho despenca mais de 2% nesta 3ª feira com desvalorizações dos preços do petróleo e da soja

Por: Fernanda Custódio
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário