Congresso tira recursos de pesquisa agrícola para destinar às emendas de deputados

Publicado em 19/01/2016 21:21
147 exibições
por VERA MAGALHAES, da coluna RADAR, de VEJA.COM

O Congresso aumentou em 801 milhões o orçamento do Ministério da Agricultura para este ano.

Mas o que parecia uma boa notícia se revelou preocupante quando técnicos da pasta foram “decupar” a destinação dos recursos.

Publicidade

Da verba alocada a mais, 450 milhões foram destinados a emendas parlamentares, que totalizarão 712 milhões de reais.

Já as áreas de pesquisa e defesa agrícola tiveram recursos suprimidos no Congresso. A Embrapa, instituição responsável pela pesquisa na área, perdeu 151 milhões dos 400 milhões de reais de seu orçamento. A área de defesa teve os aportes reduzidos em 96 milhões de reais.

Fonte: veja.com

1 comentário

  • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

    Essa pequena reportagem (Congresso tira recursos de pesquisa agrícola para destinar às emendas de deputados) define bem Kátia Abreu. O que importa é a eleição, o dinheiro para a campanha. Poder, não é dona ladina. Pesquisa, defesa animal e vegetal? Isso é coisa de burgueses que odeiam os pobres. Ops, esse é o discurso do Lula, Kátia Abreu vai dizer que a pesquisa é fundamental, essencial, prioritária, etc... mas que... confia e apoia Dilma Roussef a quem deve o cargo fundamentalmente por puxa saquismo... ou talvez coisas piores. Afinal, não sei o que é pior, dar esse dinheiro à Embrapa ou aos politicos, é dinheiro jogado fora do mesmo jeito.

    1