DA REDAÇÃO: Atuação da Embrapa na demarcação terras indígenas não tranquiliza produtores em MS

Publicado em 13/05/2013 10:04 e atualizado em 13/05/2013 11:50
655 exibições Imprimir
Produtores do MS que foram à audiência pública em Brasília afirmam que atuação da Embrapa e órgãos públicos na demarcação de terras indígenas deve ser acompanhada de perto, para não se tornar nova forma de manipulação de dados e informações.
Produtores rurais do Mato Grosso do Sul que foram à Brasília para participar da audiência pública com a ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, voltaram com boas impressões sobre o rumo da demarcação de terras indígenas no Brasil, mas ainda assim vigilantes e preocupados com os próximos passos a serem tomados pelo Governo Federal.

De acordo com o produtor rural de Laguna Carapã (MS), Eduardo Tomonaga, a participação da Embrapa e demais órgãos governamentais na apuração de dados e informações nos processos de demarcação de territórios indígenas deve ser observada com cautela, pois o que pode ser bom para o produtor, também pode ser usado para manipular conteúdos em prol de outros interesses. 

Até o final da última semana, a Funai continuava visitando propriedades e apurando informações no sul do Mato Grosso do Sul, em contrapartida, os produtores rurais têm se reunido e trabalhado na conscientização da população sobre a realidade no campo e a demarcação de áreas indígenas.
Fonte: Notícias Agrícolas

1 comentário

QUER DEIXAR SEU COMENTÁRIO?

Se você já é cadastrado faça seu login ou cadastre-se no Notícias Agrícolas para poder deixar comentários.

  • LEANDRO MUNARETTO GRANELLA Getúlio Vargas - RS 13/05/2013 14:34

    Sem alteração da legislação não dá.... podem criar um outro monstrinho para nos enganar