Análise do mercado de açúcar

Publicado em 01/03/2010 08:02 717 exibições

AS CASSANDRAS DO MERCADO

      O mercado de açúcar fechou a semana com baixa acentuada nos meses de vencimento mais curto. O março expirou com queda de 60 dólares por tonelada. Os meses que servem para fixação da 2010/2011 fecharam com quedas entre 14 e 52 dólares por tonelada. Os vencimentos para maio de 2011 em diante tiveram baixas mais modestas entre 5 e 10 dólares por tonelada.

 Pouco mais de 600.000 toneladas foram entregues no vencimento do contrato, trazendo sentimentos diversos na cabeça dos traders. Uns acham que o volume mostra que a situação de escassez no açúcar não é tão grave assim, outros acham que uma expiração com um prêmio de quase 50 pontos em relação ao vencimento seguinte reforça a tese de que falta açúcar. 75% desse volume veio da América Central e o restante de Brasil. Além disso, mais 200.000 toneladas foram entregues fora da bolsa através da troca de futuros.


Não dá para acreditar que a entrega foi modesta.

 A questão que devemos analisar é que quando a bolsa é o melhor comprador, ou seja, quando para o vendedor a melhor alternativa é entregar açúcar na bolsa, mesmo com os percalços que a entrega representa (o fato de o comprador poder, por exemplo, apresentar o navio até 75 dias após a expiração) isso significa que a demanda é raquítica. Por essa razão, acreditamos que o mercado deverá descontar ainda mais esse sentimento de fraqueza, ou seja, poderá cair um pouco mais.

 Pelo levantamento da Archer Consulting, as fixações de preço por parte das usinas para a safra 2010/2011 totalizam entre 7,9 e 10,0 milhões de toneladas, com preços oscilando entre 16,82 e 23,44 centavos de dólar por libra-peso. A média aponta para um total de

8,984 milhões de toneladas fixadas ao preço médio de 20,80 centavos de dólar por libra-peso. Aproximadamente dois milhões de toneladas foram fixadas desde o último levantamento em 7 de janeiro.

 

 O mês de fevereiro terminou: começamos com 30,40 centavos de dólar por libra-peso e terminamos com 24,13 centavos de dólar por libra-peso. O mercado caiu quase 150 dólares por tonelada em apenas

18 sessões. Muita coisa para um mercado que se crê apertado na oferta e demanda. Para o maio buscar a mesma performance vai precisar subir quase 30%. Haja manchete de jornal !!

 Diz a lenda que Cassandra e seu irmão Heleno, quando crianças, brincavam no Templo de Apolo, até que ficou muito tarde para eles retornarem para casa e acabaram dormindo por lá mesmo. No dia seguinte, a criada encontrou as crianças ainda adormecidas enquanto duas serpentes passavam suas línguas afiadas em suas orelhas. A ama ficou alarmada embora as crianças nada tenham sofrido. No entanto, após esse incidente, seus ouvidos tornaram-se tão sensíveis que eram capazes de escutar a voz dos deuses. Cassandra tornou-se uma jovem muito bela e fiel servidora de Apolo, a quem se dedicou de tal sorte que ele próprio apaixonou-se por ela e lhe ensinou os segredos da profecia tornando-se uma profetisa. Mas, um belo dia, quando se recusou a dormir com Apolo, este, por vingança, lançou-lhe a maldição de que ninguém jamais acreditaria nas suas profecias ou previsões. Cassandra passara a ser considerada uma louca ao tentar comunicar aos troianos as suas inúmeras previsões de catástrofe e de  sgraça. Sua total falta de credibilidade levou à queda e conseqüente destruição de Tróia, pois ninguém atendera aos seus pedidos que destruíssem o cavalo de madeira (Cavalo de Tróia) produzido por Ulisses para a conquista de Tróia pelo seu interior.

 O mercado de commodities também tem as suas Cassandras, que apontam que os preços vão sempre para o alto, para o infinito e além, ao sabor de sabe-se lá quais estatísticas. O melhor antídoto para essas horas é prestar atenção aos fundamentos e se manter firme e fiel a eles, sem vacilo e paixões. Os fundamentos falam mais alto, muito embora sejam momentaneamente abafados pelo canto das sereias ou pelo sibilar de algumas serpentes.

 A Archer Consulting já abriu inscrições para o XIII Curso Intensivo de Futuros, Opções e Derivativos, que ocorrerá em São Paulo nos dias 13, 14 e 15 de abril. Mais detalhes, visite nosso site www.archerconsulting.com.br.

 No Fundo Fictício da Archer Consulting, conforme dissemos na semana passada, zeramos o nosso delta vendendo futuros na abertura do mercado na segunda-feira, um total de 204 lotes no vencimento maio de 2010, ao preço de 26,25 centavos de dólar por libra-peso. Com a queda acentuada do mercado, no entanto, encerramos a semana ainda com uma posição comprada (no delta) de 459 lotes. Novamente teremos que zerá-la se segunda-feira, na abertura. Com isso, tivemos um prejuízo na semana de US$ 142.128,32, baixando o lucro acumulado para US$ 4.654.465,60 com uma rentabilidade anualizada de 349,53%.

 Boa semana para todos.

Fonte:
Archer Consulting

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário