Boi Gordo: Demanda aquecida por carnes dá firmeza à valorização

Publicado em 03/09/2013 17:00
928 exibições

Maisa Modolo Vicentin
Engenheira agrônomo
Scot Consultoria


A referência do boi gordo ficou estável nesta terça-feira, em R$103,00/@, à vista, no entanto, a pressão é de alta. 

Alguns negócios ocorrem acima da referência, em R$104,00/@, à vista. Cada vez menos boiadas são negociadas abaixo do preço de referência.

As indústrias que trabalham com bois a termo e estão com as escalas mais folgadas, tentam pressionar o mercado para baixo. No entanto, não há negociação.

As programações de abates atendem, em média, três dias úteis.

Em Mato Grosso do Sul, duas das três praças tiveram altas hoje, puxadas pela dificuldade dos frigoríficos em compor as escalas.

A demanda por carnes teve melhora nesta semana, o que deu firmeza à valorização da semana passada. O boi casado de animais castrados ficou estável em R$6,41/kg.

Clique aqui e confira as cotações do boi

Fonte: Scot Consultoria

1 comentário

  • gewilsom pereira mrtins cianote - PR

    NÃO SE ILUDA COM BOI,A DILMA NAO DEIXA SUBI,SE SUBI ELA TEM QUE AUMENTA O SALARIO MINIMO,POLITICA DO PT E EM CIMA DO PRODUTOR RURAL.

    0