Mercado do boi gordo incerto, por Scot Consultoria

Publicado em 04/06/2019 18:21
493 exibições

Marina Zaia

Médica veterinária

Scot Consultoria

Em função da notificação da ocorrência de um caso atípico de encefalopatia espongiforme bovina (doença da vaca louca), ontem o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) suspendeu as exportações de carne bovina para a China, maior comprador da carne brasileira.

Em função desta medida, o cenário observado ontem, de frigoríficos fora das compras, permaneceu no fechamento de hoje.

Em São Paulo, praticamente todas as indústrias se afastaram dos negócios, principalmente aquelas plantas que trabalham exclusivamente com o mercado chinês.

Em algumas regiões de Minas Gerais e Mato Grosso do Sul,grande parte dos frigoríficos também saiu das compras e alguns deles planejam adiar o abate dos animais já escalados.

No restante do país o mercado está fraco e os frigoríficos ativos são os que atendem principalmente o mercado interno e com menor capacidade de abate.

Apesar da cautela geral observada no mercado do boi gordo, não há risco sanitário para o Brasil, a suspensão para a China é temporária e cumpre uma das exigências do protocolo sanitário assinado pelo Brasil e pelo país asiático.

Destacamos também que a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) examinou o registro da doença e manteve o status sanitário brasileiro de risco insignificante para a doença.

Fonte: Scot Consultoria

0 comentário