Análise de mercado do boi gordo

Publicado em 23/03/2010 16:45 1206 exibições

Maria Gabriela O Tonini<?xml:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

médica veterinária

Scot Consultoria

 

 

A oferta de gado para o abate se mantém ajustada e os frigoríficos seguem com dificuldade no preenchimento das programações de abate.

 

Em São Paulo as compras de boi gordo seguem em R$78,00/@ e R$79,00/@, ambos a prazo, livres do funrural. As escalas das indústrias paulistas atendem de <?xml:namespace prefix = st1 ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:smarttags" />2 a 5 dias.

 

A necessidade de se comprar animais fora do estado, juntamente com a oferta pequena em Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso do Sul, principalmente, fez os preços subirem em algumas praças. O preço do boi gordo subiu hoje no Sul de Minas Gerais e Goiânia-GO, chegando em R$75,00/@, a prazo, livre do imposto, em ambas as regiões.

 

Alta também no Mato Grosso do Sul, onde a cotação do boi gordo subiu para R$76,00/@, nas mesmas condições, nas regiões de Dourados e Três Lagoas. Desde o começo do ano, a alta já chega a mais de 8,5%, uma das maiores valorizações do país no período. Aliás, este é o maior preço do boi gordo nestas regiões desde o começo de 2009.

 

O mercado deve seguir firme no curto prazo, já que não existem muitos fatores que podem alterar, pelo menos por enquanto, o mercado pouco ofertado.

 

No mercado atacadista de carne bovina os preços estão estáveis.

 

Clique aquipara acessar as cotações do boi gordo

Fonte:
Scot Consultoria

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário