Análise de mercado do boi gordo

Publicado em 23/04/2010 17:12 1037 exibições

Hyberville Paulo D’Athayde Neto<?xml:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

médico veterinário

Scot Consultoria

 

Mercado devagar.

 

Em São Paulo, o alongamento das escalas verificado na última semana e as ofertas de compra menores por parte dos frigoríficos diminuíram o ritmo dos negócios. Alguns frigoríficos estão fora das compras à espera de uma posição do mercado.

 

As escalas estão em patamares confortáveis, atendendo, em média, de <?xml:namespace prefix = st1 ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:smarttags" />5 a 6 dias. No entanto, o pecuarista reluta em entregar os animais por preços menores.

 

No Mato Grosso do Sul, a menor movimentação fez com que o preço em Três Lagoas voltasse aos R$77,00/@, à vista, livre de imposto.

 

Em Marabá – PA, a pouca oferta de animais causou reajuste nos preços dos animais. Hoje o boi gordo vale R$74,00/@, a prazo, livre de imposto.

 

A oferta de animais para reposição teve ligeira melhora nos últimos dias, mas nada que refletisse nas cotações da categoria, que permanecem em patamares altos na comparação com os preços do boi gordo. Este fato que diminui a relação de troca e faz o pecuarista postergar a venda do boi.

 

Por outro lado, o criador também está com pastos bons e pode esperar para vender a reposição.

 

O mercado atacadista está estável.

 

Clique aqui e veja as cotações do boi.

 

 

Fonte:
Scot Consultoria

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário