Análise de mercado do boi gordo

Publicado em 26/05/2010 17:01 e atualizado em 26/05/2010 17:33 724 exibições

Maria Gabriela O Tonini

médica veterinária

Scot Consultoria

 

 


Exceto pelas regiões onde a saída do Frialto do mercado provocou menor competição e conseqüente pressão para queda nos preços, o mercado segue firme.

 

Em São Paulo as escalas atendem cerca de 3 dias e as compras ocorrem com dificuldade. Aos poucos, com oferta do estado e das praças vizinhas, os frigoríficos preenchem suas programações de abate.

 

No Sul de Goiás foram registrados negócios com o boi gordo em até R$77,00/@, a prazo, livre do funrural. Com isso, a oferta de compra da maior parte dos frigoríficos, que é de R$75,00/@, nas mesmas condições, não permite grande evolução das compras. É possível que a cotação do boi gordo suba no curto prazo.

 

Em algumas regiões do Mato Grosso do Sul começam a aparecer negócios a R$78,00/@, a prazo, livre do imposto. No entanto, este valor ainda não pode ser considerado referência em função do pequeno volume de negócios. Mas não deixa de ser um indicativo de mercado firme, com possibilidade de alta.

 

Os preços subiram também no Mato Grosso, exceto no Norte do Estado, onde os compradores buscam preços mais baixos após a saída do Frialto do mercado.

 

No mercado atacadista de carne bovina a oferta diminuiu e os preços subiram R$0,10/kg.

 

Clique aqui e veja as cotações do boi.

Fonte:
Scot Consultoria

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário