Mercado do boi gordo segue firme devido às escalas curtas e pouca oferta

Publicado em 28/07/2010 17:17 842 exibições

Hyberville Paulo D’Athayde Neto
médico veterinário
Scot Consultoria

Mercado firme em São Paulo, devido às escalas curtas e pouca oferta.

O preço referência para o pagamento à vista subiu e está em R$83,00/@, livre de imposto. As escalas atendem entre 2 e 3 dias, em média.

A cotação da vaca gorda acompanhou e está em R$78,00/@, à vista, livre de funrural. Existem negócios até R$2,00/@ a mais, nas mesmas condições.  

A oferta de animais de confinamento e os negociados a termo ainda não suprem a demanda.

Os frigoríficos paulistas que compram animais no Mato Grosso do Sul têm pago R$80,00/@, a prazo, livre de imposto. Os negócios à vista são fechados em R$79,00/@, livre de imposto.

No mercado atacadista os preços tiveram novo reajuste devido à pouca oferta. O traseiro avulso é negociado por R$6,55/kg e o dianteiro por R$4,60/kg.

Com esta alta, o equivale físico (que apura a receita com a venda da carcaça no atacado com osso) está em R$82,42/@.

A venda da carcaça no atacado com osso cobre 98,1% do valor pago pelo boi gordo.

Clique aqui e veja as cotações do boi.

 

Fonte:
Scot Consultoria

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário