Boi Gordo: frigoríficos sobem as ordens de compra para tentar fechar negócios

Publicado em 03/11/2010 16:58
1017 exibições

Maria Gabriela O Tonini
médica veterinária
Scot Consultoria


Depois de praticamente quatro dias sem comprar gado por causa do feriado de ontem e da paradeira da segunda-feira, os frigoríficos tiveram que subir expressivamente as ordens de compra para tentar negociar os animais.

No Oeste da Bahia, a referência da cotação do boi gordo subiu R$6,00/@ desde os últimos negócios. No norte e no sul de Minas Gerais, a alta foi de R$5,00/@ no preço do boi gordo. Dificilmente um aumento desta magnitude é observado em um período de tempo tão curto, mas a oferta extremamente reduzida e as escalas encurtando forçaram tal movimento.

Em São Paulo a maior parte dos negócios com o boi gordo sai por R$110,00/@, à vista, livre do funrural, com vacas cotadas em R$101,00/@, nas mesmas condições. No entanto, foram registrados negócios com fêmeas em até R$104,00/@, à vista, livre do funrural.

O preço do boi gordo subiu também em Goiás, chegando a R$102,00/@, à vista, livre do imposto, com compras fluindo lentamente.

De maneira geral, o mercado segue em alta. É válido mencionar que na maioria das vezes é possível negociar preços mais altos que a referência.

No mercado atacadista de carne bovina os preços estão estáveis.

Clique aqui e confira as cotações do boi.

Fonte: Scot Consultoria

Nenhum comentário