Pressão de alta continua no mercado do boi gordo

Publicado em 18/07/2011 17:00 1065 exibições
Alex Santos Lopes da Silva
zootecnista
Scot Consultoria

A especulação é grande no mercado do boi gordo.

Este fato, somado à lentidão do mercado de segunda feira, faz muitos frigoríficos se manterem fora das compras na abertura do mercado.

Porém, a pressão é de alta.

Em São Paulo a referência se mantém em R$97,00 à vista e R$98,50/@ a prazo, ambos livre de funrural, mas negócios mais altos acontecem com certa frequência.

Voltaram a acontecer compras no patamar dos R$100,00/@, a prazo.

A oferta de boiadas é restrita. Muitos animais são negociados para serem abatidas já no dia seguinte.

No Mato Grosso do Sul, a pressão de compra dos frigoríficos locais somada a dos compradores paulistas que atuam no estado, fez a arroba subir R$1,00 em Dourados e Campo Grande.

No Paraná, a dificuldade na compra de animais terminados também fez a referência de preços subir.

O mercado atacadista de carne bovina segue regulado pela pequena oferta e os preços estão estáveis.

Clique aqui e confira as cotações do boi.

Fonte:
Scot Consultoria

0 comentário