Boi Gordo: Pressão de baixa das últimas semanas praticamente não existe mais

Publicado em 30/08/2011 16:52 1057 exibições
Alex Santos Lopes da Silva
zootecnista
Scot Consultoria

Poucas alterações no mercado do boi gordo.

A pressão de baixa das últimas semanas praticamente não existe mais e negócios correndo acima da referência começam a aumentar.

O preço de referência em São Paulo se mantém em R$98,00/@, à vista, e R$100,00/@, a prazo, livres de imposto.

Algumas indústrias estão pulando dias de abate, mesmo em um período de melhora nas vendas de carne bovina.

Sinal de menor oferta.

À medida em que se torna mais difícil comprar em São Paulo, a tendência é que os compradores paulistas intensifiquem os negócios nos estados vizinhos.

Sendo assim, no Mato Grosso do Sul, compras de boiadas a R$95,00/@, à vista, livre de imposto, ocorrem com maior frequência.

Já em Goiás, o grande número de animais confinados mantém os preços estáveis, mesmo com as compras aumentando.

Algumas indústrias de São Paulo preenchem suas escalas somente com animais do estado vizinho.

Apesar da dificuldade na compra de animais na maioria das praças pecuárias do país, no Norte de Minas, as programações de abate evoluíram e as cotações caíram.

No mercado atacadista, a expectativa é de melhora nas vendas. Os preços estão estáveis.  

Clique aqui e confira as cotações do boi.

Fonte:
Scot Consultoria

0 comentário