Boi Gordo: Reajuste dos preços em pelo menos uma praça dos estados do Centro-Sul

Publicado em 03/11/2011 16:06 e atualizado em 03/11/2011 16:37 773 exibições
Alex Santos Lopes da Silva
zootecnista
Scot Consultoria

A oferta de animais terminados está pequena em todo o país.

Em São Paulo, embora as escalas atendam 3 dias, em média, existem frigoríficos com dois e até um dia de programação de abate completa.

A referência no estado está em R$99,50/@, à vista, e R$101,50/@, a prazo, livres de funrural.

Em todos os estados da região Centro-Sul houve reajuste de preços em pelo menos uma praça.

Os animais de cocho estão cada vez mais escassos.

A pressão de compra aumentou, e, no Mato Grosso do Sul e Goiás, além das indústrias do estado, os compradores de São Paulo estão cada vez mais atuantes, já que está difícil encontrar boiadas suficientes para alongar as programações.

Isso levou a reajustes nos preços em Dourados-MS, Três Lagoas-MS, Goiânia-GO e no Sul de Goiás.

No norte do país, o cenário também é de pouca oferta. Alta de preços no Pará e em Rondônia.

Por fim, no Oeste do Rio Grande do Sul, a referência foi para R$3,00/kg. Ou seja, em todo país está difícil fazer escalas.

No mercado atacadista de carne bovina, o consumo bom elevou os preços das peças com osso.

Clique aqui e confira as cotações do boi.

Fonte:
Scot Consultoria

0 comentário