Boi-XP: mercado continua pressionado com oferta restrita

Publicado em 08/09/2010 18:14
468 exibições
Após dois dias úteis de pouquíssimos negócios o mercado físico voltou a trabalhar em alta. Em São Paulo os preços permaneceram praticamente estáveis. Nas praças vizinhas, entretanto, as cotações reagiram, mostrando que há interesse de compra dentro e fora do Estado. Em alguns casos, como na região Sul de Goiás, a valorização da vaca foi maior que a do boi. Tal movimento pode ser reflexo de uma tentativa de preenchimento das escalas sem que isso pressione as cotações do boi gordo para cima. 

O fim de semana e o feriado trouxeram bom desempenho para as vendas do varejo. Apesar de as seguidas altas dificultarem o escoamento, o consumo segue firme já há algum tempo. Isso é possibilitado pela melhora do poder de compra do consumidor brasileiro. Para se ter uma ideia, na última década, enquanto o preço da cesta básica subiu 114%, o salário subiu 237%. Tal melhora favorece o consumo de carne bovina. 

Na BM&F, nem as notícias negativas sobre o embargo russo a algumas plantas brasileiras tirou a firmeza do mercado, que continua a trabalhar sob influência da baixa disponibilidade de animais.

Confira a análise completa: boi0809.pdf
Tags:
Fonte: XP Agro

Nenhum comentário