Boi-XP: mais um dia de fortes altas

Publicado em 03/11/2010 19:01
738 exibições
Com o feriado do dia 2/11, as escalas dos frigoríficos se encurtaram mais ainda e um novo fator de suporte foi trazido ao mercado do boi gordo nesta semana. Em São paulo, as escalas atendem, em média, 3 dias úteis, sendo que os mais apertados (normalmente frigoríficos de menor porte) seguem com escalas de 1 a 2 dias. É uma situação bastante complicada, já que a oferta continua bastante restrita. Em São Paulo, os preços de balcão estão entre R$109,00 e R$112,00/@, mas quando aparecem bons lotes os frigoríficos chegam a fechar negócios em patamares mais altos.

Nas praças vizinhas, o panorama é o mesmo, mas as escalas se mostram um pouco mais confortáveis e atendem entre 3 e 5 dias. Há relatos de negócios em até R$105,00/@ no Mato Grosso do Sul e em Minas Gerais. De toda forma, os preços de balcão seguem em R$103,00/@ no MS e R$101,00/@ em MG. Para a carne bovina, o fim de semana seguido de feriado confirmou a expectativa, deixando as negociações lentas e o volume de negócios reduzido. 

Além disso, acabou aquecendo o consumo de carne, pois além do dia festivo, a primeira quinzena do mês leva o consumidor às compras. Mais um fator de suporte atuando a favor dos preços pecuários. 

Na BM&F o mercado continuou a andar após ter rompido a resistência dos 109,80. Assim sendo, rapidamente buscou patamares mais elevados, chegando próximo aos 111,15 (próxima resistência) e mantendo-se dentro de uma LTA secundária, iniciada em 26/10. Hoje o mercado respondeu positivamente mais uma vez, rompendo os 111,15 ao mesmo tempo que rompia a LTA para cima, levando o BGIX10 mais próximo de uma correção em relação ao mercado físico. Além disso, o contrato também fechou na máxima. O mercado é para cima!

Confira a análise completa: Boi_0311.pdf

Tags:
Fonte: XP Agro

Nenhum comentário