Café: Mais uma semana com as cotações em queda

Publicado em 09/03/2012 18:58 1131 exibições
Surpreendentemente tivemos mais uma semana com as cotações do café em queda.

Na terça-feira, o pessimismo do mercado financeiro internacional com o rumo das negociações para a reestruturação da dívida grega derrubou os mercados ao redor do mundo e as cotações do café na ICE Futures US. A forte valorização do dólar em relação ao real levou a uma queda ainda maior dos preços do café em Nova Iorque.

Aproveitando o momento de fraqueza, os interessados em baixa nas cotações do café bombardearam o mercado com números inchados sobre a próxima safra brasileira, conseguindo trazer mais insegurança aos operadores e, no decorrer da semana, uma queda ainda maior nas cotações.

Os fundamentos do mercado de café continuam apontando para um precário equilíbrio entre produção e consumo mundial.

A ICE Futures US (a bolsa de Nova Iorque) divulgou que seus estoques de café certificado (ao redor de 1,57 milhão de sacas) terão uma idade média de 1 487 dias (quatro anos e quarenta e sete dias!!) no início do próximo período de entrega.

Os cafeicultores brasileiros não conseguem entender o movimento dos preços do café, principalmente com os demais mercados iniciando uma recuperação ontem e hoje. Quem precisou vender, teve que se sujeitar aos preços oferecidos pelos compradores. Muitos produtores continuam aguardando uma melhor definição dos rumos do mercado de café, antes de venderem o final da colheita 2011/2012.

O CECAFÉ – Conselho dos Exportadores de Café do Brasil, informou que no último mês de fevereiro foram embarcadas 2.138.664 de sacas de 60 kg de café, aproximadamente 21% (579.407 sacas) menos que no mesmo mês de 2011 e 5.196 sacas a mais que no último mês de janeiro. Foram 1.861.603 sacas de café arábica e 50.734 sacas de café conillon, totalizando 1.912.337 sacas de café verde, que somadas a 222.289 sacas de solúvel e 4.038 sacas de torrado, totalizaram 2.138.664 sacas de café embarcadas.

Até o dia 8, os embarques de março estavam em 202.370 sacas de café arábica, 7.760 sacas de café conillon, somando 210.130 sacas de café verde, mais 31.965 sacas de solúvel, contra 170.917 sacas no mesmo dia de fevereiro. Até o dia 6, os pedidos de emissão de certificados de origem para embarque em fevereiro totalizavam 564.210 sacas, contra 574.749 sacas no mesmo dia do mês anterior.

A bolsa de Nova Iorque – ICE, do fechamento do dia 2, sexta-feira, até o fechamento de hoje, sexta-feira, dia 9, caiu nos contratos para entrega em maio próximo, 1560 pontos ou US$ 20,63 (R$36,86) por saca. Em reais por saca, as cotações para entrega em maio próximo na ICE fecharam no dia 2 a R$ 460,74/saca e hoje, dia 2, a R$ 440,15/saca. Hoje, sexta-feira, nos contratos para entrega em maio, a bolsa de Nova Iorque fechou com baixa de 320 pontos.

Fonte:
Escritório Carvalhaes

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário