Feijão: Aos poucos demanda do preto cresce. A referência é de R$ 165

Publicado em 04/09/2013 16:00
737 exibições

Feijão carioca: Nesta quarta-feira (04), a oferta de aproximadamente 11.000 sacas com venda de 3.000 sacas, manteve os preços estáveis hoje. As referências desta madrugada são: nota 9,5 R$ 150, nota 8,5 R$ 140 e nota 8 R$ R$ 135. 
Lembrete: a bolsinha registra com baixa confiabilidade o que ocorre no mercado paulista. Não reflete o que ocorre nas regiões produtoras do Brasil. 

Feijão preto: Devagarinho a procura pelo grão aumenta. No mercado interno empacotadores de pequeno porte ao não encontrar nem mesmo o pouco volume que precisam começam a buscar ofertas de feijão chinês no Porto de Paranaguá.  Os preços permanecem estáveis em R$ 165, mas tudo indica que isto não vai continuar por muito tempo. Que recebeu e precisava girar rápido já não tem mais urgência em vender. 

Feijão caupi: O mercado encontra-se estável já com raras ofertas da variedade guarida, que tem como referência R$ 50 por saca de 60 Kg FOB fazenda. Ainda tem oferta das variedades Nova Era e bico de ouro sem referências de cotação por consequencia da baixa qualidade. Volatilidade do dólar mantem exportações paradas.

 

Tags:
Fonte: Correpar

Nenhum comentário