Feijão: As referências do nota 9,5 R$ 148 e do nota 7 R$ 100,00

Publicado em 18/02/2014 16:00 666 exibições

Feião carioca: Os empacotadores tentam segurar a alta de preços, no entanto nada mudou neste começo de semana. Por enquanto o produtor se encoraja em manter o máximo possível seu estoque, mantendo a escrita de não vender enquanto estiver subindo. Mesmo o supermercado não repassando as baixas de dezembro e janeiro agora a situação fica difícil uma vez que, a alta foi muito rápida, muitos tinham a mercadoria encartada com preços abaixo dos novos patamares. A disputa já começou entre o varejo e o empacotador. Nesta madrugada foram ofertadas 14.000 sacas com sobras de 9.000 sacas. Os preços de referências foram R$ 148,00 para nota 9,5; R$ 145,00 para nota 9; R$ 125,00 para 8,5; R$ 115,00 para 8 e R$ 100,00 para 7

Feijão preto: O mercado está parando. Não que o novo nível de preço evite novos negócios. O que ocorre é que mais de 70% do produto colhido foi prontamente vendido em dezembro e janeiro. Agora, não há feijão suficiente para negociar. Poucos acreditavam ontem que estamos no limite. A grande maioria aguarda que em março novos níveis sejam alcançados.

 

Tags:
Fonte:
Correpar

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário