Análise de mercado do feijão

Publicado em 09/02/2010 13:40 e atualizado em 10/02/2010 08:40 737 exibições

FEIJÃO CARIOCA - Ainda que os compradores estejam sem pressa de repor estoques os produtores sentem nos últimos dias certo ar diferente no mercado.  Mesmo que exista feijão colhido em abundância e que o Paraná já tenha ultrapassado os 80 % de área colhida, ainda assim, com estoque alto e armazéns lotados o produtor está mais seletivo na escolha de negócios. Se não existe comprador hoje para o grão no valor que o produtor entende que seja o ideal, ele espera um pouco mais para vender depois do carnaval. A semana promete ser calma. Provavelmente quem não tem um estoque um pouco mais elevado para ultrapassar o carnaval vai perceber a cada dia a diminuição no volume ofertado. Quinta-feira deve ser o último dia de negócios. Os preços não sofreram qualquer alteração alcançando em SP pelo melhor feijão até R$ 75/78 para o feijão 8 / 8,5.
 
FEIJÃO PRETO -  Quando os produtores aparecem é, simplesmente, só para saber como está o mercado. Eles não buscam nenhum fechamento junto aos cerealistas do interior do Paraná e Santa Catarina. Não importa quanto se ofereça o produtor está decidido a esperar um pouco mais. R$ 60 foi o número para uns poucos negócios e já existe relato de R$ 64 pagos com facilidade pelo comprador que quer estocar.  Por R$ 70 já não  há oferta de feijão de qualidade CIF e R$ 75 fica um pouco mais próximo da realidade para quem comprou do produtor no inicio da semana passada. 
 
FIQUE DE OLHO - A venda de sementes de feijão preto e carioca despencou nas cooperativas e empresas especializadas. Veja na tabela abaixo como as regiões que plantam feijão preto diminuíram o plantio no Paraná. Algumas regiões plantam preto e carioca, mas percebe-se que a área pesquisada pela Secretaria de Agricultura, com dados baseados em todas as regiões do Paraná,  admite uma diminuição média de 22%. Estes mesmos números quando separa-se as mistas com preto e cores,  e somente preto,  já chega perto dos 30%. Isto vem confirmar que as áreas de feijão preto serão muito diminuídas nesta segunda safra. Veja matéria completa no  Só Feijão de fevereiro,  no próximo fim de semana.
Mercado atacadista do Brás

Clique aqui para ampliar!

Preço pago ao produtor

Tags:
Fonte:
Correpar

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário