Análise de mercado do feijão

Publicado em 02/06/2010 15:58 872 exibições

FEIJÃO CARIOCA – O dia,  ontem,  foi marcado pela maior facilidade de compra de feijões em geral. Ainda que espalhado por Goiás, Minas, Mato Grosso, São Paulo e Paraná foi possível encontrar feijão de boa qualidade por R$ 140/145 em quase todas as regiões. No Paraná os preços estiveram ao redor de R$ 130/135  para o nota 8,5/9. Um importante empacotador comentava ontem que o mês de Abril apresentou vendas muito acima da média e do esperado. Certamente, analisa, isto implicou que o consumidor tivesse menor necessidade de repor estoques, pois tinha o produto em casa. Este fato,  somado com a menor atividade em todo o setor de alimentos, aos leilões do governo e ao anúncio de saída da segunda safra deu o tom do mercado. Em Junho poderíamos esperar maior atividade, porém, o mês de Copa do Mundo historicamente apresenta menor venda de feijão. Escolas dispensarão alunos que em casa certamente consumirão maior número de guloseimas entre eles a pipoca e amendoim. Espera-se que as carnes vendam cerca de 15% a mais pelo fato de que muitos reunirão família e amigos em casa ao redor da churrasqueira,  enquanto assistem os jogos do Brasil. No médio prazo, a forte venda de sementes pode alterar o quadro de ofertas e super ofertar em algum momento do segundo semestre, quando as lavouras plantadas no mês de Maio e Junho forem colhidas. Cuidado:  a comparação de  preços de feijão com soja e milho é francamente favorável ao feijão. Se o produtor vender por R$ 80, dizem alguns,  ainda assim terá valido a pena. Este fato pode fazer com que se plante feijão em regiões que hoje estão fora do eixo tradicional. 
 
Na próxima sexta-feira um grande número de empresas estará fechada, porém como é de praxe sabemos que o produtor e muitos empacotadores estarão com suas atividades normais, por esta razão editaremos o Só Feijão também nesta sexta. O mercado da madrugada em São Paulo apresentou como valor máximo para o feijão carioca nota 9 R$ 148. O saldo às 8h era de aproximadamente 3.200 sacas. 

FEIJÃO PRETO  -  O feijão preto segue tranqüilo. Ontem, aumentou o número de vendedores no interior pedindo  R$ 75 por feijão maquinado. Cabe relembrar que os feijões vendidos no atacado de São Paulo, no Brás,  ontem  esteve muito mais próximo de R$ 90/93 T1 safra nova. Argentino muito bom alcançou R$ 97/98. A semana está, de maneira geral, tranqüila e atribui-se isto ao fato de que a semana termina hoje para diversas empresas.

rcado atacadista

 

Preço da Saca de 60 kg

Clique aqui para ampliar!

 

preco pago ao produtor

Tags:
Fonte:
Correpar

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário