Mercado do Feijão: lei de oferta e da procura vai continuar imperando neste momento

Publicado em 16/08/2010 16:00 1378 exibições

FEIJÃO CARIOCA  7h30 - O final da semana passada continuou com um mercado que não se define. Embora muitos produtores estejam vendendo por necessidade de caixa ou desconhecimento do volume total ofertado neste ano, o mercado não cai para números considerados "seguros", por volta de R$ 80. Na sexta-feira negócios por R$ 85 para um nota 8,5 e para o feijão de melhor qualidade os preços variaram, dependendo da região de produção, entre R$ 90/95. A lei de oferta e da procura vai continuar imperando neste momento. A expectativa dos compradores é que diminuindo um pouco a demanda esta semana os valores estabilizem e não apresentem novas altas. Vale lembrar da matéria publicada aqui no Só Feijão sobre as dificuldades da safra Bahia da região de Ribeira do Pombal,  leia abaixo a integra desta informação importante para o coportamento do mercado a partir do final do mês de Agosto e e início do mês de Setembro. No mercado desta madrugada em São Paulo houve oferta de 20 mil sacas com sobra de  12 mil sacas e os preços foram os seguintes : Feijão nota 9 R$ 115, feijão nota 8,5 por R$ 110. Grãos nota 8 foram vendidos a R$ 100 e nota 7 a R$ 80.

10h30 - A unica carreta que havia sido vendida por R$ 115 foi devolvida pelo comprador que alegou estar diferente da amostra. Nesta manhã o mercado esta apontando para possibilidade de novo recuo no que depender de  São Paulo, porém  nas fontes os produtores estão recuados, até o momento.

11h00 - Alguns comerciantes da Bahia contestaram as informações sobre a Bahia. Afirmam que o volume colhido pode chegar até 2 milhoes de sacas estamos  checando durante o dia de hoje novamente com produtores  e comerciantes das cidades polo de produçao a situaçao neste momento importante do desenvolvimento das lavouras.   

FEIJÃO PRETO 7h30-  Mercado segue com aumento de procura por parte dos empacotadores sejam do Rio Grande do Sul, Espirito Santo, Rio Grande do Sul e mesmo do Paraná. Este aumento de procura poderá desencandear em breve leilão dos estoques da Conab e, com isso, diminuir o grande volume em mãos do governo neste momento. Somado a esta entrada,  cabe lembrar o volume de grãos da Bolívia que deverá ser ofertado a cada dia em maior volume. Os preços hoje se mantem entre R$ 90/95 CIF.

 

mercado atacadista

 

Preço da Saca de 60 kg

Clique aqui para ampliar!

 

preco ao produtor

Tags:
Fonte:
Correpar

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário