Milho- XP: mercado fecha a quinta-feira com forte alta em Chicago

Publicado em 07/10/2010 18:18
778 exibições
Mercado parado na BM&F na sessão de hoje. Sem novidades no físico, com indicador estável pela terceira sessão seguida, o mercado mantém o direcionamento pelo mercado norteamericano,
o que trouxe alguns momentos de alta aos vencimentos mais curtos, mas insuficiente para o rompimento de novas resistências ao movimento. No mercado interno, mercado travado, com baixo fluxo de negócios e preços oscilando regionalmente de acordo com a necessidade de compra de consumidores menores. De uma forma geral, o interesse de venda segue bastante limitado a preços mais baixos.

No sul do país, o excesso de chuvas em algumas regiões do PR está prejudicando a evolução do plantio, o qual já se encontra sazonalmente atrasado. Hoje a CONAB projetou safra brasileira
de milho verão 2010/11 entre 30,53 e 31,10 mi. t. e safrinha projetada em 21,3 mi.t. Com isso o volume total produzido reduziria entre 7,5 e 6,5% em relação a safra anterior, reflexo da queda de
área plantada e produtividade.

Em Chicago preços em forte alta em posicionamento frente ao relatório do USDA com algumas consultorias norte-americanas projetando produtividades bem abaixo da expectativa média do
mercado em 159,9 bu/acre. A expectativa positiva evidenciou-se pela queda dos spreads Z-H durante a sessão. Tecnicamente, mercado trabalha em consolidação neste momento com suporte em 23,90-24,00 e resistência em 24,50, dada a estabilidade do indicador. No momento, mercado define movimento de curto prazo rompendo os 24,50 com resistência acima em GAP intraday nos 24,75. Na queda, mercado ganha força perdendo os 23,90. No diário, sinalização continua positiva no momento.

Confira a análise completa: sojamilho0710.pdf

Tags:
Fonte: XP Agro

Nenhum comentário