Soja: realizando lucros, cotações encerram a terça-feira em baixa na Bolsa de Chicago

Publicado em 22/09/2010 07:15
430 exibições
Cotações futuras de soja cedem um pouco, em movimento considerado como de realização de lucros por traders e analistas.
Clique aqui para ampliar!

Comentário:

Nesta terça-feira, vinte e um de setembro de 2010, as cotações futuras de soja relativas aos três primeiros vencimentos fecharam com leves perdas, na Bolsa Mercantil de Chicago (CME), conforme a tabela acima. Estima-se que nesta data os fundos de especulação tenham vendido cerca de 4.000 lotes futuros (544.000 toneladas) de soja.

Autoridades chinesas informaram nesta terça-feira que recentes geadas precoces não devem afetar as produções de milho e de soja do grande país asiático. Com respeito à soja, afirmaram que a produção de 1/3 das lavouras de soja da China já foi devidamente colhida e que o total dos restantes 2/3 já atingiu o estágio de maturidade e já não seria passível de ser negativamente afetado por geadas.

No que se refere ao Brasil, os traders de Chicago estão citando informações do serviço de meteorologia  de nosso país designado como SOMAR, segundo o qual ocorrerão intensas precipitações pluviométricas nos últimos dias do corrente mês de setembro em todo o território nacional, sendo tais chuvas particularmente importantes para permitir o plantio em partes do estado de Mato Grosso onde a umidade dos solos é insuficiente.

As cotações futuras de soja em Chicago encontraram suporte no anúncio efetuado na manhã desta terça-feira pelo Departamento de Agricultura dos EUA (USDA), no sentido de que exportadores norte-americanos comunicaram ter vendido para exportação destinada à China 170.000 toneladas de soja dos EUA da safra 2010/2011.

Traders e analistas da mencionada praça internacional consideraram o modesto recuo das cotações futuras da oleaginosa nesta data como resultante de esperada realização de lucros, após os acentuados ganhos registrados nas duas últimas sessões futuras de soja da Bolsa Mercantil de Chicago.
Tags:
Fonte: SojaNet

Nenhum comentário