Soja: Desvalorização do dólar dá suporte aos preços, que fecham em alta na CBOT nesta quarta-feira

Publicado em 23/09/2010 07:16
490 exibições
Cotações futuras de soja seguem firmes em Chicago. Rallies de alta do ouro e da prata foram positivos para a oleaginosa.
Clique aqui para ampliar!

Comentário:

Nesta quarta-feira, vinte e dois de setembro de 2010, as cotações futuras de soja relativas aos três primeiros vencimentos fecharam com ganhos moderados, na Bolsa Mercantil de Chicago (CME), conforme a tabela acima. Estima-se que nesta data os fundos de especulação tenham comprado cerca de 3.000 lotes futuros (408.000 toneladas) de soja. As cotações relativas ao vencimento Novembro/2010 da oleaginosa lideraram a corrida, à frente dos preços futuros do milho e do trigo, tendo atingido o seu mais alto nível em quase dois anos.

O avanço das cotações de soja no respectivo pregão futuro em Chicago foi relacionado à fraqueza do Dólar dos EUA perante o Euro e perante outras moedas livremente conversíveis e ainda relacionado aos rallies de alta do ouro e da prata. Além disso, o Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) informou nesta data que foi efetuada por exportadores privados a venda de 226.000 toneladas de soja norte-americana para a China. Na terça-feira e na segunda-feira passadas, o USDA já havia anunciado as vendas de, respectivamente, 225.000 e 170.000 toneladas da oleaginosa norte-americana para o mesmo destino. E os traders em Chicago continuam preocupados com o fenômeno meteorológico La Niña e com a ameaça de estiagem no Mato Grosso e em outras regiões brasileiras produtoras de soja.
Tags:
Fonte: SojaNet

Nenhum comentário