Soja- XP: preços encerram com queda em dia volátil

Publicado em 04/10/2010 18:05
536 exibições
Sessão volátil para a soja em Chicago. Após uma abertura em forte queda, a oleaginosa apresentou forte recuperação no decorrer da sessão, operando em alta durante boa parte do dia. No fechamento, com o mercado antecipando condições favoráveis a colheita e, em posicionamento frente ao relatório do USDA de sexta-feira, a pressão de venda retornou ao mercado para um fechamento em leve queda. Entre os derivados, destaque para o farelo operando em alta, com óleo pressionado em cobertura de spreads óleo/farelo. Embora pressão de venda nos vencimento mais curtos, vencimentos safra nova EUA encerraram com ganhos. 

Com a rápida evolução da colheita no final de semana, reportes sinalizando boas produtividades nos EUA são recorrentes. Embora isto não seja novidade ao mercado, mantém restrita as compras especulativas. Modelos seguem sinalizando condições favoráveis a colheita nesta semana. Se de um lado as boas produtividades, continuam limitando o posicionamento na compra, a incerteza com relação a área final de plantio nos EUA associado a presença comercial atuam na contramão limitando as perdas. Na prática a questão relacionada a uma menor área de plantio nos EUA ganhou força após reportes da Informa e a Lanworth sinalizarem esta possibilidade. A presença comercial ficou clara pela movimentação de sexta-feira já que, embora o grande volume de negócios, a queda nos contratos em aberto foi ínfima. 

Após a sessão, o USDA reportou que 37% da soja está colhida ante 14% no ano passado e 28% na média. Segundo o USDA, as condições das lavouras de soja no país melhoraram em 1% na semana para 64% bom/excelente ante 67% no mesmo período de 2009. Tecnicamente, a soja novembro em Chicago manteve-se acima da primeira retração de Fibonacci e também acima da LTA de longo prazo em 1036. A perda destes patamares renova o interesse na venda, mas a manutenção acima, sugere novo potencial de alta com resistência imediata pouco abaixo dos 1060 e acima em 1065.

Confira a análise completa: sojamilho0410.pdf
Tags:
Fonte: XP Agro

Nenhum comentário