Importações brasileiras de trigo em janeiro/13 bastante expressivas

Publicado em 15/02/2013 09:05
410 exibições
Ontem comentamos sobre as exportações brasileiras de trigo, hoje falaremos sobre as compras externas do trigo pelo mercado nacional, indicando um mês de ritmo novamente aquecido, com a primeira metade do ano-safra com média mensal bastante elevada.
Dados do SECEX/MDIC mostram acumulado de importações de trigo em janeiro de 593,379 mil toneladas. Este volume indica aumento de 15,8% em relação ao mês de janeiro/12, função direta da menor oferta brasileira de trigo neste ano safra. Ano safra 2012/13 aliás que acumula 3,496 milhões de toneladas de trigo importadas até final de janeiro/13, isso faz com que a projeção de importação em 7 milhões de toneladas seja obtida em se mantendo as compras.
Ponto importante dos dados de janeiro é que novamente não houve compra de trigo externa ao MERCOSUL, mesmo com as paridades próximas no final do mês. Trader consultado na semana anterior revelava que aumentou o número de consultas de custos para compra do trigo hard americano, ainda que não tenham sido fechados negócios até aquele momento.
Outros destaques do balanço de janeiro para importações de trigo dizem respeito ao volume comprado de trigo paraguaio, completando 85 mil toneladas (14,4%) no mês e superando novamente as importações de trigo uruguaio. Baixo volume disponível naquele país, excelente qualidade do trigo colhido esta safra e vendas via marítima nunca destinadas ao mercado brasileiro aceleram a busca pelo trigo paraguaio neste momento.
Quanto aos principais estados importadores tivemos São Paulo, reforçando a tendência de que a paridade favorecia a importação nos preços do trigo paranaense, a praça paulista comprou 154 mil toneladas de trigo argentino. Destaque também para o Rio Grande do Sul que não importou nada de trigo uruguaio, seguindo nas compras de trigo paraguaio apesar da distância e claro do produto argentino. Ceará foi o segundo maior importador com 103 mil toneladas compradas.
Ritmo mensal médio de importação desde o início do ano-safra é atualmente de 582 mil toneladas, ritmo que fecharia o ano próximo das 7 milhões de toneladas projetadas pelo USDA e mesmo a CONAB.

Confira mais informações no site da AF News
Tags:
Fonte: AF News

Nenhum comentário