Safra de soja monitorada, por Carlos Fávaro

Publicado em 09/10/2013 11:21
703 exibições
Carlos Fávaro é produtor rural em Lucas do Rio Verde e presidente da Aprosoja-MT

O plantio da safra de soja 2013/14 está começando aos poucos em Mato Grosso. Os produtores rurais ainda aguardam chuvas em volume ideal para colocar as sementes na terra e, assim, caminhar para mais uma produção recorde.
 
O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) revelou, no último boletim semanal, que a área total semeada em Mato Grosso chegava próximo de 1,4%, sendo a região Oeste a mais adiantada, com 4,8% da área total semeada.
 
Não podemos controlar quando as precipitações virão e nos resta esperar para que possamos iniciar o plantio em grande escala. Mas há outras questões que precisam de atenção por parte dos produtores rurais para que sigamos de forma eficiente.
 
A primeira é a ansiedade. Os produtores não devem se apressar: é importante aguardar as condições ideais de umidade para começar o plantio. É preciso cuidar da safra de soja, que é a nossa principal atividade, para conseguirmos um produto com a excelente qualidade que já exportamos para o mundo. Depois deste trabalho, viabilizamos a segunda safra, seja de milho ou algodão.
 
É preciso dar também atenção especial às pragas, especialmente à helicoverpa. Os técnicos vêm alertando os produtores da incidência da lagarta em lavouras de soja logo ao nascer da planta. O monitoramento é essencial neste momento. E não podemos nos esquecer da ferrugem asiática, que causa grandes prejuízos em Mato Grosso. Destruir as plantas guaxas é uma obrigação do produtor rural responsável.
 
Olhando para fora da porteira, temos que ficar atentos ao mercado. Esta é uma safra de incertezas, pois o caos da infraestrutura e da logística certamente vai nos afetar. Mesmo que sejamos eficientes nas lavouras, estes outros gargalos, que dependem dos governos estadual e federal, ainda são pontos que atrapalham para nossa competitividade. Tivemos bons momentos com preços remuneradores e agora é hora de ficarmos com os olhos bem abertos, cuidando de todos os aspectos para uma safra recorde. Bom trabalho a todos!

Tags:
Fonte: Carlos Fávaro

0 comentário