Blog do
Jornalista e Publicitário

Arquivo da tag ‘Portugal’

Portugal, uma agrossociedade

nenhum comentário

Portugal, terra do pastel de Belém, ponto alto turístico e símbolo do agronegócio chamado setor agroalimentar. Este que tem crescido no país por conta do incentivo do governo, em Portugal as verbas para política agrícola comum tem previsão de crescimento em 2% para o próximo ano, reunindo mais de 43 bilhões de euros.

Uma novidade portuguesa que com certeza chama a atenção é que agora é possível abrir uma cooperativa em apenas um dia. O governo quer estimular o cooperativismo já que os pequenos produtores são a constante, e que basicamente, os produtos portugueses se caracterizam por pães, broas, doces, fulares, azeites, vinhos, uvas, como o vale das rosas, de extraordinária qualidade, frutas.

Este programa português é chamado de Cooperativa da Hora e está no projeto Simplex. Antes havia uma burocracia e custos, era necessário um certificado de admissibilidade mas, agora é possível abrir uma cooperativa instantaneamente, sem custos, e o registro comercial chega pela internet.

Discute-se muito em Portugal, da mesma forma como no Brasil, o futuro agroalimentar, a biotecnologia, o retorno do jovem ao campo, assim como demandas por crédito e apoio financeiro ao setor. Por exemplo, o fortíssimo segmento do vinho português está para receber uma ajuda de 65 milhões de euros para sua modernização, e  na mais antiga feira rural do país, no Ribatejo, em Santarém, discute-se a produção de cereais  e recebe 200 mil visitantes.

O novo agronegócio ou agroalimentar, como costumam chamar nesta terra, está cada vez mais para uma agrossociedade moderna, jovem, empreendedora e cooperativista do que em qualquer outro período da história.

12 de junho de 2017 as 12:59

Programa jovens no campo

nenhum comentário

Aqui direto de Portugal, na Europa, tenho ouvido muito sobre os recursos deles para o agronegócio.

Em Bruxelas, sede do mercado comum europeu, o orçamento do PAC, Política Agrícola Comum, deverá crescer 2% para 2018 representando um total de mais de 43 bilhões de euros. Esse valor significa praticamente cerca de 40% do orçamento da União Europeia.

A agricultura europeia, e a portuguesa da mesma forma, se acostumou com os incentivos e subsídios e é movida a dinheiro.

Há aqui em Portugal uma verba de 35 milhões de euros destinada a um programa de jovens no campo. Ou seja, jovens se candidatam e recebem um apoio do governo na forma de dinheiro, para que fiquem e ou retornem ao campo. Este programa já tem quase 3 mil jovens envolvidos.

E enquanto isso, produtores reclamam da ausência do setor público, do Ministro da Agricultura Português, diante de uma seca que tem prejudicado as atividades rurais.

Ou seja, aqui da Europa o que vemos e temos é uma permanente preocupação com a proteção da agropecuária, com verbas crescentes destinadas aos produtores pelos programas da comunidade europeia e de Portugal.

Me chama a atenção um foco de estímulo e de incentivo aos jovens que voltam ao campo, uma tendência no mundo inteiro, e aqui, com verbas oficiais para esse fim.

9 de junho de 2017 as 13:59