Previsão do Tempo: Muita chuva do Sudeste ao sul da Amazônia

Publicado em 14/10/2013 14:16
1242 exibições

* A primavera começou no dia 23 de setembro. Este primeiro mês da nova estação está sendo marcado pela formação frequente de áreas de instabilidade entre o Brasil, Paraguai e Argentina. Isso é comum de se observar nessa época do ano porque a circulação de ventos nos vários níveis da atmosfera começa a mudar. O ar quente e úmido da Amazônia agora vem em direção ao Centro-Oeste e Sudeste do Brasil, favorecendo a formação de nuvens carregadas.

* Nos próximos 7 dias, essas instabilidades que vão chegando vão provocar bastante chuva entre o Sudeste e o Centro-Oeste, com acumulados que podem chegar a 100 milímetros em áreas do Rio de Janeiro e Minas Gerais. O mapa abaixo mostra os valores de chuva esperados para essa semana:

Figura 1: Previsão de chuva acumulada no período entre 17 e 21 de setembro

Chuva acumulada entre 15 e 19 de outubro

* Altos volumes de chuva também são esperados para o Paraná, norte de São Paulo, região Centro-Oeste, Rondônia, Acre e o sul do Amazonas.

* Já nos demais Estados do Sul, no norte do Pará, no Amapá e em grande parte da região Nordeste, a chuva diminui nesta próxima semana, inclusive sobre as regiões de Alagoas, Sergipe e norte da Bahia.

Análise das condições do tempo no Brasil na última semana: Chuva forte no leste do Nordeste

* Na última semana, um fato que muito chamou a atenção foi a frente fria que chegou na quarta-feira ao litoral da Bahia, provocando muita chuva na região de Salvador. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou quase 147 mm de chuva na capital entre 14h do dia 9 de outubro e 14h do dia 10. A média normal de chuva para outubro fica em torno de 115 mm.

* No fim de semana as instabilidades avançaram para Alagoas. Maceió registrou o dobro da média de chuva de outubro em 48h. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 91,2 mm entre 9h do dia 12 e 9h de 13 de outubro. Esta quantidade de chuva é maior do que a média normal para o mês, que fica em torno de 73 mm. Somando a chuva que caiu entre a manhã de sexta-feira e a manhã do domingo (13), Maceió recebeu 137 mm de chuva, quase o dobro do que normalmente chove em outubro.

* Essa frente fria também mudou o tempo pelo interior da Região Nordeste. Núcleos de chuva forte cresceram principalmente no interior do Maranhão. Só na segunda-feira, dia 07, o Instituto Nacional de Meteorologia havia registrado 94 mm sobre Carolina, sendo que a média normal de chuva para outubro na região é de 149 mm. Em Balsas choveu 75 mm e a média para outubro é de 116 mm. Alto Parnaíba acumulou 39 mm na madrugada de 7 de outubro, sendo que a média para outubro fica em torno dos 96 mm. Em Colinas choveu 30 mm para uma média de 77 mm.

Figura 2: Chuva acumulada no período entre 07 e 13 de outubro

Chuva acumulada nos últimos 7 dias

* Já no centro-sul do País, o que chamou a atenção foi o contraste de temperatura.  Enquanto as regiões metropolitanas de São Paulo e Belo Horizonte tiveram a tarde mais fria em vários meses, o norte de Minas teve temperaturas próximas de 40ºC e Goiânia bateu o recorde de calor do ano, com 37,8ºC.

Tags:
Fonte: Climatempo

0 comentário