Clima: Chuva volumosa no Sul pode prejudicar produtor

Publicado em 09/10/2017 16:03
2521 exibições

A semana começa com a previsão de pouca chuva para toda a região centro-norte do Brasil. Não será uma ausência total de chuva ao longo da semana, mas os maiores volumes de chuvas estarão sendo registrados apenas sobre a Região Sul sendo que as regiões produtoras do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina deverão receber mais de 100 mm de chuvas até a próxima quinta-feira (12). Tais condições meteorológicas colocam em risco a colheita do trigo, bem como o plantio do milho e da soja.                       

Para a cultura do arroz, apenas a região da fronteira oeste é que deverá ter problemas no começo de semana, porém, após a quarta-feira (11), há previsão de que venha ocorrer pancadas de chuva sobre grande parte da metade sul gaúcha, o que atrapalha o avanço do plantio do arroz, que já está bem prejudicado pelas chuvas regulares que vem ocorrendo, desde o início da safra – setembro.

Essa ausência de chuvas regulares sobre as regiões produtoras do Sudeste e do Centro-Oeste ao longo da semana manterá as condições de plantio da soja complicadas, já que muitos produtores já paralisaram a atividade por conta do baixo índice de umidade no solo. Contudo, como não será uma ausência total de chuva, mais sim, chuva irregular os produtores continuam tendo condições de prosseguir com o plantio.

Em Goiás, cerrado mineiro e em, praticamente, todo o Matopiba, os próximos 10 dias serão realmente de tempo aberto e com pouca possibilidade de ocorrência de chuva generalizada. A tendência é que venham ocorrer apenas pancadas muito isoladas de chuvas sobre o sudoeste goiano.

Os produtores devem ter cautela e paciência para seguir com o plantio da soja, já que não há previsão de chuva generalizada para as regiões produtoras do Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, São Paulo, Minas Gerais e em todo o Matopiba. O plantio só deverá ocorrer nas áreas que já receberam bons volumes de chuva e que tenham bons perfis de solo.

O mapa de chuva mostra a perspectiva de volume previsto nos próximos dias: 

Chuva acumulada entre 10 a 14 de outubro - Climatempo

Chuva acumulada entre 15 a 19 de outubro - Climatempo

Semana boa para a colheita da cana de açúcar

Para a cultura da cana de açúcar, a tendência é que a colheita avance ao longo da semana, sem grandes interrupções, já que as previsões são apenas para eventuais pancadas de chuva. Contudo, devido às chuvas sobre as regiões produtoras do Paraná, Mato Grosso do Sul e de São Paulo no último final de semana, muitos produtores deverão iniciar as atividades de plantio e tratos culturais.

No fim de semana, a chuva observada em boa parte das regiões produtoras de café do Paraná, São Paulo e sul de Minas Gerais possibilitaram uma manutenção parcial dos níveis de umidade do solo, garantindo condições razoáveis ao desenvolvimento tanto da planta quanto dos frutos, recém surgidos. Apenas a Região do cerrado mineiro é que ainda continua apresentando índices baixos de umidade do solo, mas até agora não há relatos de perdas no potencial produtivo das lavouras de café.

Análise das condições do tempo da última semana 

Os últimos dias foram marcados, mais uma vez, pelas chuvas irregulares em grande parte da região centro-sul do país. Houve ocorrências de pancadas de chuvas no Mato Grosso, Rondônia, Mato Grosso do Sul, Goiás, Minas Gerais e São Paulo, bem como em grande parte da Região Sul. A chuva possibilitou o avanço do plantio da soja e uma melhora nos níveis de umidade do solo, garantindo condições razoáveis ao desenvolvimento das lavouras.

Com a paralização da colheita da cana de açúcar e do trigo, não houve prejuízos, sendo que no caso da cana de açúcar e do café, a chuva ocorreu em boa hora e permitiu uma melhora nas condições ao desenvolvimento das plantas.

Chuva acumulada nos últimos 7 dias - Climatempo

Água disponível no solo em 9 de outubro - Climatempo

Tags:
Fonte: Climatempo

0 comentário