Fala Produtor

  • Marcos Vinícios contarini Cachoeiro de Itapemirim - ES 16/01/2020 10:44

    Quem precisa de broca, ferrugem, cochonilha etc?? Nós já temos a conab.kkkk

    0
  • Valdonir teixeira Criciúma - SC 15/01/2020 20:01

    Nao entendo que os preços estejam mais altos em função de demanda, nao vejo isto nem mesmo nas filas dos grande varejista. O problema é a falta de oferta. Nao há boi, a soja tomou grande areas e o baixo preço relativo por anos a fio afastou o investimentos

    4
    • Milton Barbosa Bueno Nova Alvorada do Sul - MS

      O JBS é um dos responsáveis por esta situação. Queriam matar todo mundo para tomar conta do mercado!

      0
  • Marcelo Castro 15/01/2020 18:25

    Ignorância solar ou ESPERTEZA E LOBY DAS DISTRIBUIDORAS?

    0
    • Merie Coradi Cuiaba - MT

      Sr. Marcelo, ... uma das caracteristicas do FASCISMO é quando empresas ou menos outras influentes, combinam com o Governante, objetivando "esfoliar ... roubar" o cidadão. Isto foi feito nos ultimos 30 anos aqui no Brasil ... o Governo mudou, mas parece que tem alguns que não perceberam. Quanto à atitude do atual Presidente da República, não tem nada de desconhecimento sobre o assunto .. ele só aproveitou a "oportunidade".

      2
    • ari couto Bonfim - BA

      Todo mundo fala de fascismo mas poucos entendem do assunto. De onde vc tirou essa ideia de que "uma das características...."? Na verdade, o que vc descreve é uma das características do neoliberalismo em relação ao povo, particularmente a destruição do mundo do trabalho, como vem ocorrendo no Brasil. Saúde pública, educação e receita federal sendo desmontadas, volta das filas do INSS, retorno da miséria e aumento da pobreza, virtual fim da única justiça a que o pobre tinha direito, a trabalhista, recorde de desmatamento e de incêndios florestais, censura, etc, etc

      O Brasil hoje é pária no mundo e vivemos certamente o maior pesadelo de nossa história. Claro, como sempre, há os que ganham com a miséria do povo e aplaudem

      40
    • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

      Ari Couto, além de mentiroso, é ignorante... Merie está certa, a definição mais precisa de fascismo é a união do poder economico com o poder politico, exatamente o que os petistas e agregados esquerdistas fizeram.

      2
    • EDMILSON JOSE ZABOTT PALOTINA - PR

      Rodrigo , vou acrescentar mais adjetivos ..... PICARETA, DEVE VIVER DO DINHEIRO PUBLICO e viu a teta secar, bateu o desespero na Ptzada .... Hoje os canalhas de vermelho entraram com ação contra o trabalho voluntariado dos Brasileiros do Bem ,para coletar assinaturas com Firma Reconhecida sem dinheiro público para a criação do Partido " Aliança Pelo Brasil" partido que dará sustentação para o Presidente Bolsonaro .

      Não estão aguentando a pressão , este Ari é um baita de um Picareta ..... Suma do Brasil , vá para Venezuela , Cuba ou até prá Argentina .....

      2
  • Marcio Magarinos Outros Tio Hugo - RS 15/01/2020 17:59

    E a bolsa com 12 pontos em baixa, não dá pra entender..., estas desculpas da guerra comercial já estão enchendo.

    0
    • leandro carlos amaral Itambé - PR

      Circula a notícia que papéis negociados na bolsa de Chicago, no caso do milho, precisaria da produção global de 12 anos e a soja precisaria da produção de 7 anos,... tem alguma explicação para esse fenomeno...

      1
  • josé zelmar zago Chapadão do céu - GO 15/01/2020 17:09

    E no Brasil? Vão esperar acontecer algo parecido para começar a conter essa "praga"?

    1
  • josé zelmar zago Chapadão do céu - GO 15/01/2020 17:04

    Conversa Fiada. só 5% beneficiados?. hoje existem usinas praticamente em todo o Brasil. Aí o Etanol viaja 500 km até a refinaria e depois volta os 500 km até a cidade de origem???... Não vai ser fácil quebrar esse monopólio das distribuidoras. Aí tem muito $ para ajudar nas "campanhas dos amigos". (Ps. Ficou esquisito misturar uma reportagem tão interessante com "subsídios à templos. O que tem a ver com combustível?)...

    2
  • Luan Henrique Guimarães do Nascimento Taquarituba - SP 15/01/2020 16:36

    Produtor brasileiro não se engane, temos o melhor produto e a demanda para nosso país é boa, não se iludam e deem valor às suas produções.

    0
  • Elvio Zanini Sinop - MT 15/01/2020 15:55

    Que vergonha: como querem que o país se desenvolva, quando cogitam de baixar o custo Brasil para o transporte, com venda direta do etanol, alguns são contra: qual a solução: diminuam e enxuguem a máquina do Estado, como nós produtores estamos fazendo durante a vida Inteira..

    1
  • Carlos Rodrigues 15/01/2020 14:59

    Pena que tudo isto não sirva para nada...quem soca a terra cada vez está mais pobre.. recorde para que?? serve quem ??

    2
  • Dalton Catunda Rocha 15/01/2020 13:46

    Por favor. Sou, e sempre fui, direitista assumido. Sou um "coxinha" pleno. Nunca votei em Lula, Dilma, nem em ninguém do PT, PC do B e PSOL. Na eleição de 2028, eu votei em Bolsonaro. E fiz isto nos dois turnos.... Não obstante, eu tenho de dizer que o sistema político do Brasil, inclusive a Constituição de 1988, limitam demais aquilo que um presidente do Brasil pode fazer de bom.

    Sim, eu acho que Bolsonaro não usará do poder para o enriquecimento pessoal. Isto serve como bom item de biografia mas num país onde tem mais de 100 mil políticos e mais de 90% deles rouba, isto é mais detalhe que qualquer outra coisa.

    Um outro exemplo. Acabou o envio de recursos a Cuba. Muito bem, mas incluindo a grana para os médicos cubanos, menos de 0,1% do gasto público do Brasil, nos anos de 2017 e 2018 foi de fato, enviada para Cuba. Mais uma vez, isto é mais um detalhe, que qualquer outra coisa.

    Na história da humanidade, o país que saiu de país pobre a país rico mais rápido, em todos os tempos, foi a Coreia do Sul, tendo tal país levado mais de trinta anos, neste caminho. Além de ter só um mandato de quatro anos, Bolsonaro ainda por cima não tem nem remotamente, as condições externas e menos ainda, condições políticas internas, que a Coreia do Sul teve de 1960 a 1990.

    Este é ou deveria ser, o objetivo maior de Bolsonaro: Fazer o Brasil ter um razoável sistema educacional. Sem isto, a crise econômica, que já durou quatro décadas seguirá pelo governo dele, abrindo o caminho para o PT voltar ao poder, no Brasil.

    Na melhor das hipóteses, o pouco que se sabe de Bolsonaro, o mostra mais como um Pinochet, que uma outra coisa. Ser tal e qual Pinochet na economia é o limite do melhor, que um realista como eu, realmente espera de Bolsonaro. Pinochet fez coisas certas, na economia chilena, concentradas em seus últimos anos de governo.

    O sistema educacional do Brasil é um lixo. Tornar tal sistema educacional, em alguma coisa, ao menos regular é ou deveria ser, o mais importante objetivo de Bolsonaro. Mantido o sistema educacional do Brasil, mais ou menos do mesmo jeito, que aí está, manterá o Brasil na crise econômica, que o assola há quatro décadas consecutivas.

    Nesta situação, com a educação no Brasil, basicamente do mesmo jeito, o retorno do PT ao poder, se tornará inevitável, em apenas quatro anos. A esquerda toda sabe disto. É esta, a real fonte de ódio por Bolsonaro e seu projeto educacional.

    Que Bolsonaro use cada dia de seu governo, na limpeza do lixo marxista, que há décadas, tomou conta de todo o sistema educacional brasileiro. Trocar inúmeros livros didáticos será, um bom começo. Basta de décadas de livros marxistas sendo impostos, em todos os colégios, às nossas crianças e aos nossos jovens.

    No final das contas, eu sou otimista com Bolsonaro. Afinal de contas, se até sob o governo de um picareta como Michel Temer, o Brasil melhorou, por que não melhoraria ainda mais, sob Bolsonaro?

    4
  • Odilo Antonio Ferst Santiago - RS 15/01/2020 11:39

    Sr. Antonio Fernando, gostei das suas colocações..., não entendo muito do assunto mas uma coisa que eu entendi do nosso Presidente (que defende o povo da cobrança de mais um imposto), é que nesse país não se faz nada sem cobrar impostos,... não aguentamos mais imposto, ... vamos pagar pela colocação das placas solares, para captar a energia do sol (e economizar energia), vamos gerar e ter que pagar por isso? ... é muito injusto.

    0
  • Ivanir Matos Espera Feliz - MG 15/01/2020 11:11

    Vamos ver até quando esses covarde vão conseguir manipular o preço do nosso café.

    1
    • Marcos Vinícios contarini Cachoeiro de Itapemirim - ES

      Até a gente mudar de cultura....hoje o café é a pior cultura do agronegócio.

      0
  • Elton Szweryda Santos Hortolândia - SP 15/01/2020 10:20

    A questao do etanol especificamente nos lembra quem somos..., país atrasado, burrocratizado, explorado pelos governos na cobrança de famigerados impostos, que, por sua vez (governos) precisam sustentar por lei milhoes de funcionarios publicos com salarios 5 vezes acima do mercado e que em sua maioria pouco produzem formando um ciclo vicioso de desperdicio de dinheiro. Irá mudar? Claro que nao!! Na regiao de Dourados MS, existem varias usinas de açucar e etanol, imensas carretas trazem o etanol para Paulinia SP, e em consequencia o preço do etanol em Dourados, R$ 4,00/litro(mesmo preço do diesel) custando R$ 1,50 a mais que em Paulinia SP, fato comprovado por mim semana passada..., o setor esta engessado, mas porem as usinas precisam sobreviver e ter lucros e o renovabio é uma especie de ultima esperança pro setor. Por que nao falamos do ICMS que oneram esse combustivel importantissimo pra nós em 25% na maioria dos estados?

    2
  • Antonio De Padua Rodrigues 15/01/2020 09:29

    Quando o Caio comenta que apenas 5% esse mercado de venda direta é viável, ele tem segurança no que esta falando. São Paulo representa mais de 50% do mercado de etanol hidratado, dos quais a grande são Paulo representa mais de 60% desse mercado. Produtor não teria logística para vir abastecer postos em são Paulo. A maioria dos postos comprar 5 mil litros por semana, portanto é viável sim em postos localizados perto da unidade produtora. Muito se alegam do passeio do etanol. Ele poderia ser evitado se as distribuidoras implementassem essa entrega direta com a venda a ordem. O problema não é a venda direta e sim as consequências que ela pode causar. Hoje os tributos tanto pis/cofins como ICMS são compartilhados entre o produtor e a distribuidora. No caso da venda direta teria que haver a monofasia do recolhimento dos impostos federais e estaduais no produtor. Todavia a RF e Confaz querem que toda venda seja centralizada independemente de ser direta ou não. A carga tributaria no produtor pode ficar maior que o preço liquido, isso pode ser que venha para a produção agentes não bem definidos que irião trabalhar na clandestinidade.

    25
  • Cassiano aozane Vila nova do sul - RS 15/01/2020 08:24

    Buenas, às favas com renovabio, ela é prima da abiove, que só atrapalha...

    0