Fala Produtor

  • Telmo Heinen Formosa - GO 30/10/2006 00:00

    Para aqueles que est&atilde;o procurando esclarecimentos acerca da Securitiza&ccedil;&atilde;o e do PESA, a Resolu&ccedil;&atilde;o 3394 de 18/08/2006 pode ser encontrada abaixo:<br /> <clique no="" título=""><br /><a href="http://www.noticiasagricolas.com.br/conteudo.php?id=08607&amp;t=id" style="font-weight: bold;"> http://www.noticiasagricolas.com.br/conteudo.php?id=08607&amp;t=id</a><br /> <br /> Imprimir para discutir com os funcion&aacute;rios do Banco.<br /></clique>

    0
  • Eduardo R Pereira Cachoeira do Sul - RS 30/10/2006 00:00

    Saudações João.<br />

    <br />

    Antes de tudo, tu, o Daoud e a Ana são fora de série. <br />

    Muito obrigado por tudo e continuem assim.<br />

    <br />

    João tenho umas pergunta que não saem de minha mente, vê se consegue as respostas como o nosso Presidente.<br />

    - Os programas Bolsa família e os outros deste tipo, podem ser mantidos somente com a produção dos Assentamentos e dos produtores familiares?<br />

    - Quando todos os produtores estiverem desapropriados, exportaremos o que? Guerrilheiros?<br />

    <br />

    <br />

    João manda a fabula da galinha e o texto do A Lincom por email.<br />

    <br />

    Obrigado pela atenção.<br />

    <br />

    Eduardo R. Pereira<br />

    Cachoeira do Sul, RS<br />

    0
  • ABRASGRÃOS - Assoc. Brasileira de Produtores de Grãos Formosa - GO 29/10/2006 00:00

    Uma celeuma desnecessária:<br />

    O item obrigatório, aliás fundamental para a pauta de reivindicações do nosso setor para a safra 2006/07, será o Crédito Rotativo.<br />

    Lembro-me muito bem, no tempo da mobilização pela Securitização, uma importante bandeira ficou esquecida, a do Crédito Rotativo.<br />

    <br />

    O Mutuário receberia o seu LIMITE para custeio da lavoura, renovável automaticamente após as amortizações com prazo estipulado.<br />

    Tão simples, mas que não seja como estabeleram para o PRONAF - neste, puseram a data de 31 de outubro como "vencimento" sem direito a pagamento antecipado, pasmem!<br />

    Deveria ser assim, entre a colheita e o dia marcado, digamos que fosse 31 de outubro, qualquer momento intermediário serviria para amortização e renovação...<br />

    Acabaria toda esta celeuma em torno do atraso para liberação dos financiamentos de custeio.<br />

    Mas brasileiro parece que adora complicar, impressionante.<br />

    <br />

    Cultive esta idéia, regue-a com carinho e fomente-a entre seus amigos e lideranças. O Governo só reage e os politicos gostam de resolver os problemas depois que a discussão já tiver sido feita.<br />

    Existem três tipos de pessoas:<br />

    As que deixam acontecer...<br />

    As que fazem acontecer... e as<br />

    Que perguntam, o que aconteceu?<br />

    <br />

    "Não basta saber, é preciso também aplicar o que se sabe; não basta querer, é preciso também agir" (Goethe)<br />

    Abraços do Telmo Heinen.<br />

    <br />

    0
  • Luiz Carlos Masnik Ferreira São Gabriel do Oeste - MS 29/10/2006 00:00

    SOU A FAVOR DA GREVE GERAL EM 2007, N&Atilde;O VAMOS PLANTAR. QUERO VER O QUE O ... VAI FAZER. SER&Aacute; QUE VAI IMPORTAR TUDO? VAMOS LEVAR A ID&Eacute;IA ADIANTE.

    0
  • João Carlos Araxá - MG 27/10/2006 00:00

    Jo&atilde;o Batista, eu vi a reportagem da veja, sinceramente para o nosso bem, use o seu poder de comunica&ccedil;&atilde;o para n&atilde;o deixar isso acontecer mais: tente influenciar cidad&atilde;os de bem para que de uma vez por todas isso possa parar, vamos unir for&ccedil;as e iniciar um grito de REVOLTA, e na justi&ccedil;a barrar essa podrid&atilde;o!!! Confio em voc&ecirc;s.

    0
  • Dineo Silverio Joinville - SC 26/10/2006 00:00

    O Direito de mentir. Qualquer que seja a trajet&oacute;ria que venha a ter, doravante, a carreira do simp&aacute;tico governador eleito da Bahia - e esperamos que Jaques Wagner obtenha um &ecirc;xito administrativo que justifique sua surpreendente e exuberante vit&oacute;ria eleitoral - com certeza ser&aacute; marco indel&eacute;vel, na galeria das frases estapaf&uacute;rdias, sua afirma&ccedil;&atilde;o de que os petistas do dossi&ecirc; Vedoin &ldquo;t&ecirc;m o direito de mentir&rdquo;. H&aacute; tempos n&atilde;o se via, em territ&oacute;rio nacional, demonstra&ccedil;&atilde;o t&atilde;o marcante de, ao mesmo tempo, ignor&acirc;ncia jur&iacute;dica e cinismo pol&iacute;tico, como esta da lavra de um dos principais coordenadores da campanha reeleitoral do presidente Luiz In&aacute;cio Lula da Silva. Mesmo que desconhecesse nossa legisla&ccedil;&atilde;o processual penal e refletisse apenas com base nos filmes policiais norte-americanos, o governador baiano haveria de saber que o direito que tem o r&eacute;u de n&atilde;o falar nada que o incrimine - pois tudo o que disser pode ser usado contra sua pr&oacute;pria pessoa - n&atilde;o tem nada que ver com um hipot&eacute;tico &ldquo;direito&rdquo; &agrave; mendacidade, jamais admitido por ordenamento jur&iacute;dico algum, em qualquer lugar ou &eacute;poca hist&oacute;rica. Imagine-se o que seria das sociedades organizadas do mundo se a mentira integrasse o rol de direitos da cidadania! Dizia Kant - ao definir seu &ldquo;imperativo categ&oacute;rico&rdquo; - que a conduta humana s&oacute; seria correta se, generalizada, n&atilde;o impossibilitasse a conviv&ecirc;ncia entre as pessoas. Se a todos fosse concedido o &ldquo;direito&rdquo; de mentir, em que bases se assentaria a organiza&ccedil;&atilde;o social? Mas, reflex&otilde;es filos&oacute;ficas &agrave; parte, o que o coordenador da campanha presidencial fez foi assinar com a maior clareza um aut&ecirc;ntico recibo de culpa, em nome dos r&eacute;us, seus correligion&aacute;rios petistas. Como disse o advogado Sergei Cobra Arbex, corregedor do Tribunal de &Eacute;tica e Disciplina da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-SP): &ldquo;O que me espanta &eacute; que, se ele est&aacute; declarando que eles j&aacute; mentiram, est&aacute;, de certa forma, condenando os r&eacute;us. Est&aacute; admitindo que mentiram e, praticamente, confessando o crime&rdquo;. Quer dizer, conhecendo-se os nomes dos at&eacute; agora envolvidos no esc&acirc;ndalo do dossi&ecirc;gate, e com a origem at&eacute; agora inexplicada do R$ 1,75 milh&atilde;o em dinheiro vivo - a saber, Valdebran Padilha (preso com parte do dinheiro), Gedimar Passos (preso com outra parte do dinheiro), Hamilton Lacerda (prov&aacute;vel portador do dinheiro), Freud Godoy (seguran&ccedil;a, assessor do presidente e prov&aacute;vel mandante da opera&ccedil;&atilde;o), Expedito Afonso Veloso, Oswaldo Bargas (elaborador do programa do governo Lula), Jorge Lorenzetti (ex-chefe da intelig&ecirc;ncia da campanha presidencial e churrasqueiro predileto de Lula), Ricardo Berzoini (ex-presidente do PT e coordenador da campanha presidencial), Gilberto Carvalho (chefe de gabinete de Lula que falou com Lorenzetti no dia da pris&atilde;o dos petistas), &eacute; para se concluir que todos eles, muitos ligados h&aacute; d&eacute;cadas com o presidente Lula, est&atilde;o exercendo seu pleno &ldquo;direito&rdquo; de enganar a sociedade brasileira proferindo a enxurrada de mentiras que bem lhes aprouver. &Eacute; claro que a defesa de tal posi&ccedil;&atilde;o &eacute;tico-jur&iacute;dica, digamos assim, no momento em que o Pa&iacute;s est&aacute; para escolher seu principal governante e, em conseq&uuml;&ecirc;ncia, as pessoas que com ele conduzir&atilde;o o destino da Na&ccedil;&atilde;o, permite que se avalie o padr&atilde;o moral dos que pretendem assumir tal responsabilidade, a partir dos &ldquo;direitos&rdquo; de que se sentem detentores. Sendo respeitado o &ldquo;direito de mentir&rdquo;, inerente a qualquer delinq&uuml;ente no exerc&iacute;cio do Poder, quaisquer dados, promessas, levantamentos, fiscaliza&ccedil;&otilde;es, cobran&ccedil;as valer&atilde;o de qu&ecirc;? Consagrada n&atilde;o estar&aacute;, em definitivo, a pr&aacute;tica do engodo, da falsifica&ccedil;&atilde;o ou da pura e simples engana&ccedil;&atilde;o? N&atilde;o h&aacute; como deixar de associar tal &ldquo;direito&rdquo; &agrave; valoriza&ccedil;&atilde;o da pr&oacute;pria mentira, quando se tem evocado a &ldquo;doutrina&rdquo; estrat&eacute;gica de Josef Goebbels, para quem o excesso de repeti&ccedil;&atilde;o de uma mentira acaba transformando-a em verdade. No caso, a soma das mentiras dos envolvidos n&atilde;o resultaria na m&aacute;gica inoc&ecirc;ncia de todo o bando? Talvez fosse o caso de o governador baiano parafrasear seu famoso e ilustre conterr&acirc;neo, &ldquo;a &aacute;guia de Haia&rdquo;, para dizer que &ldquo;de tanto ver triunfar as nulidades (...) o homem chega a (...) rir-se da honra, ter vergonha de ser honesto e... defender seu direito de mentir&rdquo;. Que Deus proteja o Brasil.

    0
  • Fernandes dos Santos Chapadão do Sul - MS 26/10/2006 00:00

    Not&iacute;cia de Chapad&atilde;o do Sul sobre crise agr&iacute;cola. Para Jo&atilde;o Batista.<br />Chapad&atilde;o do Sul quer ser a cidade com a menor vota&ccedil;&atilde;o para Lula no pa&iacute;s.<br />Chapad&atilde;o do Sul, cidade de economia rural localizada no nordeste de Mato Grosso do Sul, a 320 km da capital, quer ser a cidade de menor n&uacute;mero de votos para Lula nas pr&oacute;ximas elei&ccedil;&otilde;es. Ser&aacute; o meio de protestar contra a crise da agropecu&aacute;ria que trouxe enormes dificuldades e desemprego ao munic&iacute;pio. Chapad&atilde;o do Sul tem o melhor IDH e a maior renda per capita do estado e era, antes da crise dos &uacute;ltimos tr&ecirc;s anos, uma das cidades que mais cresciam no Centro-Oeste brasileiro. Hoje est&aacute; com a sua economia paralisada, os produtores rurais endividados e muitos saindo da atividade por falta de condi&ccedil;&otilde;es financeiras de implantar e conduzir suas lavouras. Empres&aacute;rios e lideran&ccedil;as pol&iacute;ticas confirmam apoio a Geraldo Alckmin. Na noite desta ter&ccedil;a-feira, reuniram-se produtores rurais, comerciantes, presidentes de entidades e l&iacute;deres pol&iacute;ticos para deflagrar nesses &uacute;ltimos dias uma campanha a favor de Alckmin. Comiss&otilde;es foram organizadas para correr os bairros e casas com o objetivo de convencer o eleitor a n&atilde;o reeleger o atual presidente. Entende o prefeito Jocelito Krug que a vota&ccedil;&atilde;o inexpressiva do candidato &agrave; reelei&ccedil;&atilde;o ser&aacute; uma formid&aacute;vel manifesta&ccedil;&atilde;o de Chapad&atilde;o do Sul contra a atual pol&iacute;tica do governo que fragiliza os setores produtivos da na&ccedil;&atilde;o. Todos os vereadores, os secret&aacute;rios municipais e diretores de departamentos da prefeitura est&atilde;o solid&aacute;rios &agrave; iniciativa.

    0
  • Fabio Giocondo Arapongas - PR 26/10/2006 00:00

    &ldquo;At&eacute; o faxineiro vai aplicar dinheiro no mercado financeiro...&rdquo;. &ldquo;Desafio algu&eacute;m do minist&eacute;rio ou qualquer economista a vir aqui debater e explicar que o que dissemos est&aacute; errado!&rdquo;. &ldquo;O povo vai votar com a barriga!&rdquo;. O produtor rural &eacute; % pequeno na capacidade de influir e eleger candidatos. Isso muda quando nossa atividade decide n&atilde;o plantar, os reflexos s&atilde;o sentidos na sociedade. A crise n&atilde;o passou, o produtor vai plantar mal! Neste caso, e somente por isso, a crise do agroneg&oacute;cio est&aacute; chamando aten&ccedil;&atilde;o dos candidatos, que passada a fase eleitoral, continuar&atilde;o na mesma onda. Vide bula: &quot;A persistirem os atuais resultados, um m&eacute;dico deveria ser consultado!&quot;

    0
  • Elizeu Afonso Cremonese Palotina - PR 26/10/2006 00:00

    Jamais nos meus anos de agricultor imaginei presenciar tamanho desleixo com os produtores rurais, e com a pol&iacute;tica onde somos dominados por um grupo arcaico, que d&aacute; o suor da na&ccedil;&atilde;o para quem simplesmete n&atilde;o quer trabalhar, e quem trabalha &eacute; roubado literalmente. Primeiro vemos figuras interessantes como o governador Blairo ser comprado e prejudicar a classe, depois vemos os institutos ambientais atrav&eacute;s de leis porcas, votadas por deputados que n&atilde;o tem compromisso com a na&ccedil;&atilde;o, quererem 20% das terras dos brasileiros para fins ambientais, nada injusto desde que em todos os contracheques dos Brasileiros fosse descontado a mesma quantia para o mesmo fim. Ainda vemos sindicatos rurais centralizados, colocar seus filiados na justi&ccedil;a por falta de pagamento mesmo esse indiv&iacute;duo nunca ter passado nem perto do mesmo ou precisado de algo. Por isso que digo: brazil,brazil,brazil com letra nin&uacute;scola e Z de de dominado por outras na&ccedil;&otilde;es.

    0
  • Fabio Giocondo Arapongas - PR 25/10/2006 00:00

    &Eacute; preciso encarar os fatos com realidade e acatamento. O povo brasileiro votar&aacute; e expressar&aacute; sua inten&ccedil;&atilde;o de voto. Isso &eacute; democracia. Em um pa&iacute;s pobre, a maioria tem interesse maior em alimentar-se com comida barata, transporte e moradia a pre&ccedil;os baixos. Pois bem, quanto ao futuro, nosso segmento dever&aacute; oferecer quantidade a quem do potencial brasileiro, n&atilde;o por ira, mas por incapacidade de produ&ccedil;&atilde;o. O pa&iacute;s ter&aacute; que exportar d&oacute;lares da reserva do tesouro para &quot;adquirir&quot; alimentos como arroz, fato contrastante com o pa&iacute;s que cantava em verso e prosa no in&iacute;cio do governo lula o sucesso do agroneg&oacute;cio. Todos devemos reavaliar o que e quanto plantar, uma vez que o pa&iacute;s d&aacute; resposta clara ao agricultor, quer alimentos baratos, ainda que &agrave;s custas da quebra do setor! Agricultor, &quot;caia na real&quot;!

    0
  • ABRASGRÃOS - Assoc. Brasileira de Produtores de Grãos Formosa - GO 25/10/2006 00:00

    A Ratoeira...<br /> Antes de relatar-lhes esta met&aacute;fora ou verdadeira f&aacute;bula, nossos agradecimentos &agrave; Ro&ccedil;adeiras Dalle Vedove, Paulo E. Paglioli, Jordani R. Ferrari e &agrave; Val&eacute;ria C. P. Vasques que no dia passado subscreveram a inten&ccedil;&atilde;o de se tornarem subscritores deste site.<br /> A pequena hist&oacute;ria reflete exatamente o esp&iacute;rito solid&aacute;rio que &eacute; necess&aacute;rio hoje em dia para vencer as adversidades. Quem pensa que o problema dos outros n&atilde;o lhe afeta, pode estar totalmente enganado... Veja:<br /> A ratoeira:<br /> O Fazendeiro e a sua esposa foram para a cidade. Depois da volta, um rato que estava olhando pelo buraco da parede, v&ecirc; o fazendeiro e sua esposa abrindo um pacote. Pensou logo no tipo de comida que poderia haver ali. Ao descobrir que era uma ratoeira, ficou aterrorizado.<br /> Correu ao p&aacute;tio da fazenda advertindo a todos os bichos: H&aacute; uma ratoeira na Fazenda... H&aacute; uma ratoeira na Fazenda!<br /> A galinha respondeu:<br /> - Desculpe-me Sr. Rato, eu entendo que isso seja um grande problema para o senhor, mas n&atilde;o me prejudica em nada, n&atilde;o me incomoda.<br /> O rato foi at&eacute; a pocilga e disse ao porco:<br /> - H&aacute; uma ratoeira em casa, h&aacute; uma ratoeira na Fazenda!!!<br /> O porco respondeu:<br /> - Desculpe-me Sr. Rato, mas n&atilde;o h&aacute; nada que eu possa fazer, a n&atilde;o ser rezar. Fique tranq&uuml;ilo que o senhor ser&aacute; lembrado nas minhas preces.<br /> O rato dirigiu-se ent&atilde;o a vaca. E ela lhe disse:<br /> - O que Sr. Rato? Uma ratoeira? Por acaso estou em perigo? Acho que n&atilde;o!!!<br /> Ent&atilde;o o rato voltou para casa, cabisbaixo e abatido, para encarar sozinho a ratoeira da Fazenda.<br /> Naquela noite ouviu-se um barulho, como o de uma ratoeira pegando sua v&iacute;tima.<br /> A mulher do fazendeiro correu para ver o que havia pego. No escuro, ela n&atilde;o viu que a ratoeira havia pego a cauda de uma cobra venenosa. E a cobra picou a mulher...<br /> O fazendeiro a levou imediatamente ao Hospital. Ela voltou com febre. <br /> E todo mundo sabe que para alimentar algu&eacute;m com febre, nada melhor que uma canja de galinha. O fazendeiro pegou seu cutelo e foi providenciar o ingrediente principal.<br /> Como a doen&ccedil;a da mulher continuava, os amigos, parentes e vizinhos vieram visit&aacute;-la. Para aliment&aacute;-los, o fazendeiro matou o porco.<br /> A mulher n&atilde;o melhorou e acabou morrendo.<br /> Muita gente veio para o funeral. O fazendeiro ent&atilde;o sacrificou a vaca, para alimentar aquele povo todo.<br /> Conclus&atilde;o: &quot;Na pr&oacute;xima vez em que voc&ecirc; ouvir dizer que algu&eacute;m est&aacute; diante de um problema e acreditar que o problema n&atilde;o lhe diz respeito, lembre-se que, quando h&aacute; uma ratoeira na casa, a fazenda est&aacute; correndo risco.&quot;

    0
  • Luciano Pompilio Brescansin Anaurilandia - MS 25/10/2006 00:00

    Depois não choremos o leite derramado.Vamos nos associar produtores desunidos.

    0
  • Paulo José Iuhniseki São Gabriel do Oeste - MS 25/10/2006 00:00

    Ana Amelia Lemos e Desabastecimento. Ana, Favor perguntar ao candidato LULA, se come&ccedil;ar a faltar comida e o pre&ccedil;o subir exageradamente, de quem ser&aacute; a culpa e, se realmente vai importar para prejudicar o emprego dos trabalhadores rurais e urbanos.<br /> SUGIRO AQUI que os produtores reflitam sobre a GREVE DA AGRICULTURA em 2007, ou seja, n&atilde;o plantar a safrinha com o objetivo do desabastecimento, talvez assim, seremos valorizados.

    0
  • Marcio Anildo Molinet Campo Erê - SC 24/10/2006 00:00

    PRESIDENTE QUE ROUBA DA POPULA&Ccedil;&Atilde;O TEM 1 DEDO A MENOS NA M&Atilde;O. Essa &uacute;ltima pesquisa para presid&ecirc;ncia &eacute; de dar medo, j&aacute; n&atilde;o basta neste &uacute;ltimo ano um grupo do MST invadir 3 &aacute;reas aqui no nosso munic&iacute;pio e o Lulla ainda me fala que se o pre&ccedil;o do alimento subir vai comprar de fora para manter os pre&ccedil;os baixos. Se o Lulla ganhar dai sim estaremos em um mato sem cachorro, n&atilde;o teremos mais a quem recorrer s&oacute; nos resta rezar ou ent&atilde;o ir pra rua e lutar pelo que &eacute; nosso, exigir nossos direitos. J&aacute; que o presidente fala tanto em movimento social dever&iacute;amos criar um, nem que seja o MSP (Movimento dos sem presidente), sair nas ruas, fechar estradas, acampar em Bras&iacute;lia e mostrar a for&ccedil;a que nossa classe tem. Enfim, encontrar um meio de olharem para nosso setor e nos tratarem com o devido respeito.

    0
  • Claudiomar Franco da Silva Alto Boa Vista - MT 24/10/2006 00:00

    Eu tinha visto dias atraz o ministro da agricultura dizer numa entrevista na rede tv que não via nenhum problema em importar trigo, e ontem no debate da record o presidente Lula falou que não vê problema em importar arroz. É lamentavel que pessoas tão importante pessem desta forma, pois os produtores brasileiros estão cada vez mais pobres e endividados enquanto produtores de paises como Est. Unidos são subisidiados pelo governo

    0