Fala Produtor

  • LUCIANO SANTA MARIA - RS 10/01/2019 18:38

    Interessante a visão, mas feita a rastreabilidade para ser retirada a cobrança ou se ingressa com um pedido administrativo na RFB ou se interpõe uma demanda judicial para obter proteção. Os Tribunais do Brasil estão divididos sobre o tema já que está pendente de julgamento no STF a questão de ser devido ou não o Funrural das vendas realizadas via trading. Não há formula mágica fora do judiciário, infelizmente

    Comentário referente a notícia: Funrural: Quem exporta está livre do passivo e de novas contribuições. Basta comprovar a operação via rastreabilidade

    0
  • MOACIR GOMES DE OLIVEIRA SANTA MARIA DA VITORIA - BA 10/01/2019 18:32

    NÃO EXISTE NENHUM PNEU NO PLANETA TERRA QUE EVITA COMPACTAÇÃO. NEM AS ESTEIRAS DE BORRACHAS QUE SÃO MUITO MAIS EFICIENTES, TEM ESSE PODER.
    O QUE OCORRE NA VERDADE, É QUE ALGUNS PNEUS, COM O CUIDADO ADOTADO PELO PRODUTOR RURAL, PODE COMPACTAR MENOS O SOLO. NÃO EXISTE MILAGRES, FILHO. VAI ENGANAR OUTRO TROUXA.

    Comentário referente a notícia: Tratores equipados com pneus radiais evitam a compactação do solo e maior força de tração

    6
    • MANOEL NETOGOIÂNIA - GO

      Ele esta oferecendo uma opcao pra compactar menos

      0
    • CARLO MELONISAO PAULO - SP

      Os grandes compactadores de solo são os implementos de duas rodas ,carretas,distribuidor de calcário, tanques de misturas liquidas. As esteiras de borracha são as melhores alem de não furar-

      0
  • CASSIANO AOZANE VILA NOVA DO SUL - RS 10/01/2019 16:42

    Buenas... o que faltou mesmo foi chuva... e temperatura mais amena..., não existe magica sem água..., e lembrando que água de irrigação não é igual água de chuva.

    Comentário referente a notícia: Mesmo com plantio direto, a estiagem arrasou lavouras no PR. O que falhou?

    7
    • EDMILSON JOSE ZABOTTPALOTINA - PR

      Cassiano falou tudo... O que faltou foi água e nunca se viu temperaturas tão elevadas e com os rios solares extremamente fortes. Aqui na região nem os produtores que possuem sistemas de irrigação conseguiram ter boa produção .

      3
  • CARLOS AUGUSTO BRASíLIA - DF 10/01/2019 15:34

    Muito triste isso tudo...

    Comentário referente a notícia: Região da Cooperativa Lar, no PR, tem perdas de 40% na soja

    1
    • CARLO MELONISAO PAULO - SP

      Pois e', o IBGE acaba de divulgar que a safra da soja em 2019 sera' 0,8% maior que 2018!

      3
    • TIAGO GOMESGOIÂNIA - GO

      Pois é...essa do IBGE foi o fim da picada, estão em outro planeta, órgãos governamentais não conversam entre si.

      1
    • CARLO MELONISAO PAULO - SP

      Tiago trocaram o chefe, e o segundo escalão preparou uma brincadeira para recebê-lo

      1
  • CARLOS AUGUSTO BRASíLIA - DF 10/01/2019 15:12

    Faltou o sistema de irrigação ser usado em grande escala na região. Em Cristalina-GO, o que mais se usa é o sistema de irrigação (Tanto o sistema de Pivo Central ou Linear).

    Comentário referente a notícia: Mesmo com plantio direto, a estiagem arrasou lavouras no PR. O que falhou?

    40
    • SILVIO SPERASINOP - MT

      Irrigação demanda de muita água... e as pequenas propriedades do Paraná sequer têm espaço para construir açudes ou reservatórios.

      3
    • GERALDO EMANUEL PRIZONCOROMANDEL - MG

      Sr. Carlos, conseguir outorga neste nosso país é um verdadeiro calvário (média de 3/5 anos). Os ambientalóides preferem ver as águas escorrerem livremente para o mar... Eles não aprenderam os ciclo das águas na escola... Eu mesmo estou quase desistindo do pouco de área irrigada que tenho..., com o perdão da palavra, é muita "encheção de saco"... Só para ilustrar: furei recentemente um poço semi-artesiano, para o consumo da sede, nas condicionantes da outorga tenho que fazer leitura DIÀRIA do consumo numa planilha, ou seja, tenho que contratar uma pessoa só para cuidar agora do poço.... Tudo sob pena de multa e suspensão da outorga.... É mole?!.

      2
    • SILVIO SPERASINOP - MT

      Burocracia soviética é mais um problema que teremos que extirpar do Brasil!

      0
    • CARLO MELONISAO PAULO - SP

      Sr Geraldo, eu fico revoltado com essa situaçao semelhante à escravidao que o meio ambiente nos' impõe-----

      0
    • GERALDO EMANUEL PRIZONCOROMANDEL - MG

      Sobre o tema outorga de água, gostaria de deixar uma ideia neste espaço, para quem sabe ao menos ser analisada a possibilidade por quem de direito. Trata-se da liberação de Captação Pública de Água, sem a necessidade de outorga, visando a irrigação ou seu armazenamento. E o que seria isso? Nesta época de período chuvoso, o órgão público responsável, ao constatar o aumento dos cursos d'agua, franquiaria a todos a captação de água, de tal período a tal período, podendo este ser variável ano a ano na forma do regime de chuvas. Presencio hoje na minha região os rios com volumes aumentados em 50 vezes ao tempo de estiagem, sendo que ninguém pode captar essa água excedente sem uma outorga que leva em consideração a Cota Q7/10. Uma verdadeira judiação, com quem quer água para produzir

      0
  • SILVIO SPERA SINOP - MT 10/01/2019 15:04

    A adubação e a correção do solo somente em uma fina camada superficial é também um fator que pode estar afetando negativamente o aprofundamento das raízes!

    Comentário referente a notícia: Mesmo com plantio direto, a estiagem arrasou lavouras no PR. O que falhou?

    6
    • SILVIO SPERASINOP - MT

      Os que votaram contra, por favor, mostre-me dados que contestem minha colocação.

      5
    • DALZIR VITORIAUBERLÂNDIA - MG

      É a turma do Maria vai com as outras., sua colocação é verdadeira... a adubação e correção é para uma profundidade de 20 cm.... se e feito em 10 cm tem dosagem duplicada... portanto, prejudicial

      0
  • ELCIO SAKAI VIANÓPOLIS - GO 10/01/2019 14:37

    Só esta CONAB pra dar uma redução de 0,4% na soja!!!..., parece piada de mau gosto. Não é porque tivemos uma excelente produção ano passado a nível de Brasil que devemos tê-la como referencia. Em muitas regiões nos estados tivemos médias de 55 sacas por há ou até mesmo superior, no entanto se desconsiderarmos o ano passado a média Brasileira é de 50 sacas por há, só essa jogada dá uma quebra de quase 10%. Com os veranicos que assolaram várias regiões é quase certeza que essa quebra será acima dos 10%. Até hoje não sei porque temos um órgão estatal tão ineficiente em projeção de safra. Devíamos exigir mais credibilidade desta instituição, já que quem paga os seus salários somos nós, através de impostos.

    Comentário referente a notícia: Conab traz levantamento de safra de grãos e reduz soja para 118,8 mi de t

    1
    • CARLOS WILLIAM NASCIMENTOCAMPO MOURÃO - PR

      Conab e IBGE divulgam o que são mandados divulgar.

      1
  • ALFREDO ALFINETE - 10/01/2019 14:04

    As pensões das filhas de militares custam R$ 470 milhões por mês aos cofres públicos. São R$ 6 bilhões a cada ano ? valor suficiente para adquirir 16 dos 36 jatos militares Gripen, fabricados pela empresa sueca Saab, com quem a Aeronáutica firmou contrato de compra em outubro de 2014. São 87 mil filhas pensionistas, que recebem 40 mil reais por mes , pensão vitalícia até o fim da vida. Absurdo. Muitas não se casam oficialmente pra continuar mamando nessa teta do governo. Ministro, tem que cortar na própria carne, senão o caldo entorna. E não me venha com essa conversinha de direito adquirido, basta uma canetada para cancelar essa aberração !

    Comentário referente a notícia: Ministro da Secretaria de Governo quer militares fora da reforma da Previdência

    1
    • GERALDO EMANUEL PRIZONCOROMANDEL - MG

      Sr. Alfredo, o sr. talvez tenha razão, porém sua indignação tem no mínimo trinta anos de atraso. Já que esperou até agora, não custa renovar as esperanças e esperar um pouco mais, até quem sabe as coisas irem tomando forma.

      8
  • ELENA LEICHTWEIS GUARAÍ­ - TO 10/01/2019 13:58

    Parabéns ao grupo LucrodoAgro, e ao Eduardo Lima Porto... Excelente "lebre" levantada João Batista Olivi...

    Comentário referente a notícia: Funrural: Quem exporta está livre do passivo e de novas contribuições. Basta comprovar a operação via rastreabilidade

    0
  • ELENA LEICHTWEIS GUARAÍ­ - TO 10/01/2019 13:54

    17:38...sobre a comprovação da exportação...em notas da Bunge nas informações adicionais consta:
    REMESSA PARA FORMAÇÃO DE LOTE DESTINADOS À EXPORTAÇÃO, CFE.
    TERMO DE ACORDO Nº 1553/2005; ADITIVO Nº 003/2016. NÃO INCIDÊNCIA DE ICMS
    CFE. ARTIGO 4º, INCISO II, LEI Nº 1.287/2001. SOJA DECLARADA INTACTA.
    Pronto...achou a questão, tudo na Lei Kandir.

    Comentário referente a notícia: Funrural: Quem exporta está livre do passivo e de novas contribuições. Basta comprovar a operação via rastreabilidade

    2
    • GERALDO EMANUEL PRIZONCOROMANDEL - MG

      Tenho muitas dúvidas quanto a estas questões. Nunca fiz um estudo sobre o tema, em especial sobre a Lei Kandir. A pergunta que faço é: a Lei Kandir não isenta a operação somente com relação ao ICMS? Porque se assim não for, afirmo que todas as empresas com as quais negociei até hoje, independente se o produto seria para exportação, me descontaram o funrural. Ou seja, caso seja procedente a isenção com relação ao funrural, houve por parte das empresas descontos indevidos todos esses anos.e podemos nominá-las aqui, Bunge, ADM, COFCO e etc...

      0
    • CARLO MELONISAO PAULO - SP

      Ainda não vi ninguém questionar na justiça a cobrança do FUNRURAL de pessoas que também pagam o INSS-----Trata-se de dupla contribuição portanto o FUNRURAL deveria ter uma data para acabar-----Nos eucaliptos a Eucatex recolheu 1,5% neste mês

      0
    • CARLO MELONISAO PAULO - SP

      Fora aquelas que descontam do produtor e botam o dinheiro no bolso deles porque sabem que são isentos.

      0
  • PAULO ROBERTO RENSI BANDEIRANTES - PR 10/01/2019 13:13

    Conversa vai, conversa vem e, sempre quem deixa de realizar seu sonho é o produtor da commodity. Um ano porque houve, variações climáticas desfavoráveis, noutro variação desfavorável da moeda, noutro variação da variação e, de "variação em variação" são gerações que lutam pelo impossível.
    Só para trazer um tópico do assunto: A soja é considerada uma commodity, correto? Qual é sua classificação? Não é uma oleaginosa?
    Pergunto: Quantos produtores vendem a quantidade de óleo contido na sua produção de soja?
    Faço essa pergunta, pois já li que o soja produzida nas regiões mais quentes do país, como MATOPIBA, o teor de óleo é maior que em outras regiões.
    Em anos de seca, provavelmente o teor de óleo deve ser maior. Mais uma alternativa para diminuir as perdas.
    Que eu saiba, a soja tem como principal finalidade a extração de óleo para consumo humano e, o subproduto "farelo de soja" é um dos principais componentes das rações de animais. Ou seja, o óleo é o seu principal componente, mas em pleno século XXI o país que se intitula o "celeiro do mundo" não levantou essa lebre. Porquê?
    Pode ser, mais uma "variação" de um velho matuto. Mas, não custa nada perguntar, não é?

    Comentário referente a notícia: Região da Cooperativa Lar, no PR, tem perdas de 40% na soja

    0
  • MARLON PANIAGUA SAO PAULO - SP 10/01/2019 12:13

    tem que avisar a CONAB, 118,8 MMT é brincadeira

    Comentário referente a notícia: Região da Cooperativa Lar, no PR, tem perdas de 40% na soja

    0
  • PAULO VICTOR MESQUITA PRADO SÃO PAULO - SP 10/01/2019 11:23

    Chute no escuro com levantamento à campo realizadoaté 20/12/2018, só pode ser.... Sem base um negócio desse..

    Comentário referente a notícia: Conab traz levantamento de safra de grãos e reduz soja para 118,8 mi de t

    1
  • RODRIGO POLO PIRES BALNEÁRIO CAMBORIÚ - SC 10/01/2019 11:02

    Voces viram como faz efeito dar umas botinadas nos 5.000 funcionários da Conab? Agora olhem os dados da Secex, de onde está saindo tanta soja? Olhem lá os primeiros dias de janeiro desse ano e comparem com o ano passado. A Conab é uma instituição inutil que durante anos prejudicou os produtores brasileiros, e os pagadores de impostos que sustentam a estrovenga também.

    0
  • RODRIGO POLO PIRES BALNEÁRIO CAMBORIÚ - SC 10/01/2019 11:00

    Também observei algumas dessecações, manchas secas com grãos que anteciparam a maturação e manchas com vagens ainda verdes, porém quando a gente abre a vagem ela não está amarelando, fica um pouco amarela nas pontas e no meio é verde, então essas vagens não atingiram o ponto de maturação, estão secando na marra pelo efeito do herbicida.

    1