Entidades definem medidas de apoio aos agricultores familiares afetados pela estiagem no RS

Publicado em 26/01/2012 06:52 361 exibições
Em reunião realizada na tarde desta quarta-feira (25/01), no escritório central da Emater/RS-Ascar, em Porto Alegre, representantes dos governos federal e estadual, Emater/RS-Ascar, cooperativas agrícolas e movimentos sociais definiram medidas de apoio aos agricultores familiares prejudicados pela estiagem, referentes à aquisição e repasse de milho e trigo para a alimentação dos animais.

Dentre os principais encaminhamentos, ficou definido que o governo federal, através da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), destinará parte do estoque de milho, ao preço de R$ 19,10 a saca, e de trigo, a valor ainda a ser definido, aos produtores gaúchos prejudicados pela estiagem. Também ficou acertado que haverá a doação de parte da produção de trigo em estoque àqueles produtores mais pobres e que não possuem seguro agrícola. O grupo também discutiu a possibilidade de destinar parte do estoque de arroz e trigo às integradoras, principalmente de suínos e aves. Ao final da reunião, foi criado um grupo de trabalho que irá estabelecer as demandas, os beneficiários e os mecanismos para o repasse de milho e trigo às cooperativas gaúchas.

Estiveram presentes os secretários de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Caio Rocha, de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo, Ivar Pavan, adjunto de Agricultura, Cláudio Fioreze, o diretor de Política Agrícola e Informações da Companhia Nacional de Abastecimento, Silvio Porto, o presidente da Emater/RS, Lino De David, o delegado do MDA no RS, Nilton Pinho de Bem, além de representantes da Cesa, MPA, MST, Fecoagro, Ocergs, Coceargs e Fetag.

Tags:
Fonte:
Emater/RS

0 comentário