Secr. Agricultura do RS esquece a crise da seca e durante uma semana faz viagem inútil à Espanha

Publicado em 08/02/2012 13:08 493 exibições

Em plena crise provocada pela prolongada estiagem no RS e que já produziu prdas irreversíveis de 9 milhões de toneladas de grãos (30% da safra total), o secretário da Agricultura, Luiz Fernando Mainardi, resolveu fazer uma viagem inútil para a Galícia, uma desconhecida região da Espanha. 

. O resultado da visita de uma semana só não foi o maior fiasco de missões do atual governo, porque pior foi a viagem do vice-governador Beto Grill, que foi às pressas para o Uruguai, alegando que fecharia uma joint venture entre catadores de lixo de Montevidéu e de Porto Alegre (Grill queria apenas abrir espaço para três segundos de fama para o presidente da Assembléia, Adão Vilaverde,  candidato do PT à prefeitura de Porto Alegre).

. O editor registra dois momentos de glória da viagem do secretário Luiz Fernando Mainardi, alegadamente interessado em examinar “progressos” galegos na área leiteira:

1) Ao visitar a empresa pública Xenética Fontao, a maior da Espanha, e ao propor um acordo de transferência de tecnologia na área de sistema de cultivo embrionário, o secretário foi surpreendeido pelos espanhóis, que avisaram:

- A tecnologia é brasileira, da USP, de São Paulo, e não nossa. 

2) Ao visitar pequenos empreendedores locais que buscam agregar valor ao leite, o secretário descobriu que eles estavam industrializando e enlatando arroz de leite. No Brasil não há tecnologia para isto e nem se sabe se existe mercado. Luiz Fernando Mainardi achou que descobriu o ovo da galinha.

. Sem contar dois deputados, pagos pela Assembléia, a comitiva do governo gaúcho não incluiu nenhum dos grandes empreendedores que garantem a atividade leiteira do RS.


Safra de grãos deste ano já registra perdas irreversíveis de 9 milhões de toneladas

Muda desde que o governador Tarso Genro mandou-lhe calar a boca, a Emater nada fala sobre os novos números da safra de grãos do RS.

. O diretor da Brasoja, que vem a ser a maior corretora de grãos do RS, Antonio Sartori, refez os cálculos, ontem, para o editor (os números são em milhões de toneladas, safras 2011 e 2012:

Soja – 12,5/ 8,5
Milho – 5,8/ 3
Arroz – 9/ 7

. Somando perdas do feijão (safra de verão e safrinha) e do trigo (safra de inverno, que ainda virá) as perdas irreversíveis irão a 9 milhões de toneladas. Isto significa que a safra irá a 20,5 milhões de toneladas, bem aquém dos 29,5 milhões de toneladas do ano passado.


RS terá que importar 4 milhões de toneladas de milho

Sem vacilar quando lhe perguntam sobre o suprimento de ração (milho e soja) para suínos e aves no decorrer deste ano, o presidente da Associação Brasileira de Avicultura, Francisco Turra, fornece estes números:

- O RS já não produzia milho suficiente para atender a alimentação das suas aves. Este ano, com a seca, terá que importar 4 milhões de toneladas do grão, buscando tudo em Santa Catariona, Goiás, Mato Grosso e Paraná. 

Saiba por que esta quinta será o dia D para os preços das commodities

Nesta quinta-feira, dia 9, o USDA (Ministério da Agricultura dos EUA) tirará seu relatório anual sobre safras de grãos no mundo, o que inclui o Brasil.

. O relatório costuma balizar os mercados para todo o ano gregoriano.

. Será o dia D para os preços das commodities agrícolas em Chicago.

Arrecadação  (real) gaúcha do ICMS de janeiro avançou apenas 2,8%

Embora a secretaria estadual da Fazenda ainda não tenha disponibilizado os  números sobre a arrecadação do ICMS no mês de janeiro, o editor pode adiantar que o crescimento sobre o mesmo mês do ano anterior foi de  2,8%, ajustado pelo IPCA. 

. Sobre o mês anterior, houve queda de 0,9%, também ajustado o resultado pelo IPCA. 

. O aumento nominal foi de 9,3% e menos 0,2% sobre janeiro e dezembro de 2011.

. A receita do ICMS somou R$ 1,8 bilhão.

- O resultado ficou abaixo do esperado e já demonstra os efeitos da estiagem sobre a economia do RS.

Tags:
Fonte:
Blog Polibio Braga

0 comentário