Estiagem reduz entrega de fertilizantes no RS

Publicado em 20/02/2012 07:55 590 exibições
As entregas de fertilizantes no mercado gaúcho atingiram a 87,1 mil toneladas, em janeiro último, representando uma redução de 12,6% na comparação com igual mês de 2010, quando somaram 99,7 mil toneladas. A informação foi prestada pelo presidente do Sindicato da Indústria de Adubos do Rio Grande do Sul (Siargs), Torvaldo Antonio Marzolla Filho, ao explicar que a retração foi ocasionada, basicamente, pelo impacto negativo da estiagem no agronegócio. Com isto, o Rio Grande do Sul, que em janeiro de 2011 ocupava o quarto lugar entre os Estados-líderes no consumo de fertilizantes no país, caiu para a sétima posição, sendo superado respectivamente por Mato Grosso, São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Goiás e Mato Grosso do Sul. O dirigente explicou também que, além da estiagem, as indústrias locais também estão sendo prejudicadas pela ‘guerra fiscal’, especialmente por força de um decreto do governo de Santa Catarina relativo à incidência do ICMS nas saídas de fertilizantes para o Estado vizinho. 

Recorde em 2011 
As entregas de fertilizantes efetuadas pelos fabricantes gaúchos no mercado do Rio Grande do Sul em todo o ano de 2011 totalizaram a 3,3 milhões de toneladas, o que significou um crescimento de 6,42% na comparação com 2010, quando foram entregues 3,1 milhões de toneladas – recorde histórico do setor, até então. No país, a expansão foi de 15,5% em 2011, pois as entregas somaram 28,3 milhões de toneladas, contra 24,5 milhões de toneladas em 2010.
Tags:
Fonte:
Siargs

0 comentário