Dúvidas no estoque mundial de soja

Publicado em 22/02/2012 10:03 1209 exibições
por Liones Severo, de Porto Alegre

Embora o mercado considere o estoque de soja mundial na ordem de 60 milhões de toneladas, a afirmativa sobre esses números não é completamente verdadeira. O Departamento de Agricultura americano (USDA) divulga esses números deestoque em seus relatórios mensais. Os números sãobaseados no estoque do dia 1º de setembro de cada ano, quando iniciao ano comercial americano. Naquelas datas, o relatório verificaos estoquesde passagem (carry-over) dos Estados Unidos e da China, que tem maisrepresentatividade.
Entretanto, aqueles relatórios consideram também os estoques de soja disponíveis no Brasil e na Argentina, na data de 1.o de outubro de cada ano, que não são estoques finais, mas apenasfisicamente disponíveis naquela data (porém já destinados para utilizaçãode outubroa fevereiro quando inicia anova safra sul-americana).
Seria o mesmo que uma empresa com ano fiscal de janeiro-dezembro apresentasseseu balancete do mês de julho, como resultado do ano. Ninguém aceitaria estasituação  como verdadeira, mas no mercado da soja todos aceitam com relevânciaesta medida na formação e no desempenho dos preços.
Desse estoque de 60 milhões de toneladas, se levarmos em consideração como estoque final de passagem para a safra de 2012, e se descontarmos as verdadeiras perdas sul-americanas deste ano, teremos um estoque ao redor de 40 milhões de tons, que será o menor estoque dos últimos 12 anos.
A pergunta seria: por que prestamos tanta atenção em uma provável quebra nas
safras de soja, quando no mundo existem 60 milhões de toneladas de estoque??? 
Uma coisa eu garanto:  se existisse esse estoque de soja no mundo, os preços
da soja não passariam de US$ 5.00 por bushel na Bolsa de Chicago. 
Logo, "Para bom entendedor, meia palavra basta!"... 

Atenciosamente, Liones Severo.
Tags:
Fonte:
Liones Severo

0 comentário