Soja encerra em queda e mercados em NY acompanham clima pessimista

Publicado em 03/04/2012 18:31 513 exibições
O dia foi de volatilidade no mercado internacional da soja. Os futuros da oleaginosa negociados na Bolsa de Chicago, que fecharam o pregão noturno no vermelho, abriram a sessão regular com leves baixas. Posteriormente, passaram a operar em território positivo - com altas superiores a 10 pontos. Porém, fecharam o dia em queda, sucumbindo à realização de lucros.

No mercado do milho, os negócios se mantiveram em campo misto. Os contratos mais próximos encontraram sustentação nos dados de estoques trimestrais norte-americanos (menores do que o esperado) reportados pelo USDA na última sexta-feira.

Soft Commodities – Na bolsa de Nova Iorque, as comodities encerraram sessão com baixas. Destaque para o açúcar bruto, que encerrou com os piores valores das últimas três semanas. O café arábica registrou quedas próximas aos 1000 pontos. 

Embora tenha fechado com ligeiras altas, o suco de laranja atingiu as novas mínimas do ano. O contrato julho fechou em 160,05 centavos de dólar/libra-peso, com alta de 40 pontos.

Mercado Financeiro – Prevaleceram nesta terça-feira as preocupações com a crise na Espanha. Isso porque o orçamento do país apontou que a sua dívida pública atingirá 79,8% do PIB (Produto Interno Bruto) em 2012, valor muito superior aos 68,5% esperados em 2011.

Diante disso, as ações da Europa interromperam os fortes ganhos da sessão anterior. O índice FTSEurofirst 300, das principais ações européias, fechou em queda de 1%.

A Bovespa acompanhou a reação negativa. O Ibovespa teve queda de 1,43%, aos 64.284,26 pontos. O dólar encerrou com perda de 0,05%, a R$ 1,83.
Tags:
Por:
Fernanda Cruz
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário