Seca vai afetar o PIB gaúcho

Publicado em 12/04/2012 07:08 382 exibições
A seca que atinge as lavouras do Rio Grande do Sul terá um efeito negativo também no PIB gaúcho. A avaliação foi feita nessa quarta-feira, dia 11, pelo presidente da Brasoja, Antônio Sartori, ao participar do no Tá na Mesa da Federasul. Segundo ele, a quebra das safras de soja milho e arroz representará uma perda total de R$ 8,3 bilhões em receitas e terá como reflexo 32% a menos no PIB gaúcho. “Isto terá um impacto direto na economia”, alerta Sartori.

Ele estima que a safra de soja, quem foi de 12,5 milhões de toneladas na colheita anterior, ficará em torno de 6 milhões de toneladas por causa da seca. Na América do Sul, a previsão da Brasoja é que a safra de soja, que ficaria em torno de 136 milhões de toneladas, vai apresentar uma perda total de 20 milhões de toneladas. Apenas para o Brasil, a expectativa é de a colheita encolher de 75 milhões para 66 milhões de toneladas devido aos efeitos da seca.

Sartori defendeu a aplicação de investimentos em irrigação e disse que os produtores e as entidades “não sabem fazer pressão como nos Estados Unidos e na Europa” em busca de políticas agrícolas mais favoráveis. Ele citou que na União Europeia, 42% do orçamento é destinado à agricultura.
Tags:
Fonte:
Federasul

0 comentário