Economia mundial e tendências para o Agronegócio foram debatidos no lançamento do Circuito

Publicado em 13/04/2012 14:15 750 exibições
O Circuito Aprosoja 2012 foi lançado nesta quinta-feira (12), no auditório do Senar em Cuiabá. O evento começou com palestras de grandes nomes da economia e do agronegócio nacional, Ricardo Amorim e André Pessoa. De acordo com o presidente da Aprosoja, Carlos Fávaro, o Circuito já está consolidado no calendário agrícola de Mato Grosso. “Estamos na sétima edição e todos os produtores esperam no interior do estado, aguardando informações para tomar decisões importantes em suas propriedades”, disse.

O economista e apresentador do programa Manhattan Connection, Ricardo Amorim, falou sobre macroeconomia e os impactos no agronegócio. O tema da sua palestra foi “Brasil, condenado a dar certo”, o consultor participou do Circuito Aprosoja pela segunda vez e concorda que é preciso disseminar conhecimento aos produtores. “Só podemos tomar boas decisões com base em informações e análises. As palestras que são levadas ao interior do estado, diretamente ao produtor rural, fazem isso muito bem”, afirmou. Em sua palestra, Amorim explicou que é um ótimo momento para o produtor fechar negócios. “No momento atual a soja está com um bom preço e há uma série de riscos que podem levar esses preços a cair, tanto no mercado internacional, com a queda do dólar lá fora, como aqui no Brasil. É preciso estar atento agora, pois a volatilidade da economia vai acontecer de maneira colossal”, afirmou.

André Pessoa estimulou os mais de trezentos convidados a fazer uma reflexão sobre a fase positiva que o agronegócio está vivendo. “É preciso chamar a responsabilidade para cada um dos produtores rurais, não só para o governo, para que com esta fase positiva consigamos gerar crescimento e renda”, explicou, lembrando que o desafio é fazer com que a produção de grãos cresça em 100 milhões de toneladas nos próximos 10 anos.

A partir do dia 16 de abril o Circuito Aprosoja começa a viajar pelo interior do Estado. Os produtores rurais de 22 municípios assistirão a palestras sobre mercado e planejamento de safra e, especialmente, sobre o tema do evento deste ano: sucessão familiar. Para o delegado-coordenador da Aprosoja em Nova Xavantina, José Almiro Muller, é importante levar estas informações para o produtor em sua cidade. “Participei de todas as edições do Circuito Aprosoja e acho necessário que a entidade leve conhecimento para o interior”, disse.

Sérgio Triches, delegado da região de Sorriso, acredita que o tema escolhido é propício para o momento que os produtores rurais estão vivendo. “Essa discussão ajuda os produtores a definir quais atitudes tomar para dar continuidade à nossa atividade”, afirmou. O delegado-coordenador de Tangará da Serra, Vanderlei Reck Junior, já passou pelo processo de sucessão familiar. “Esse é o tema vivido hoje no estado, quem não está passando por um processo de sucessão familiar está prestes a passar. Como nosso estado ainda é muito jovem, o desbravamento começou há poucos anos, muitos produtores ainda têm dúvidas de como lidar com isso”, disse.

De acordo com o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), Rui Prado, o Senar-MT vai promover cursos sobre sucessão familiar. “Temos como compromisso capacitar pessoas e este ano vamos iniciar cursos sobre este assunto e outros temas ligados ao setor da soja, identificamos gargalos e, agora, temos mais de trinta temas para oferecer treinamentos para as pessoas que estão envolvidas neste setor”, explicou Prado. O Senar é um dos realizadores do Circuito Aprosoja. O evento conta ainda com o patrocínio das empresas Intacta, Syngenta, Basf, Banco do Brasil e Sicredi.
Tags:
Fonte:
Aprosoja

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário