CNA repudia depredação do Espaço AgroBrasil

Publicado em 21/06/2012 18:49 991 exibições

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) vem a público manifestar o seu repúdio aos tristes episódios ocorridos na manhã desta quinta-feira, dia 21 de junho, quando o Espaço AgroBrasil, que lidera no Pier Mauá, um dos espaços oficiais da Rio+20, foi invadido por cerca de 200 manifestantes.

Rejeita a violência do grupo que  portava cartazes do Movimento dos Sem Terra (MST),  além de materiais de outros movimentos não identificados.

Lamenta os atos de vandalismo que danificaram parte das instalações, especialmente uma maquete que reproduz as várias técnicas de agricultura de baixo carbono, além de uma Área de Preservação Permanente (APP), conforme fotos disponibilizadas no site da CNA -  http://www.flickr.com/photos/canaldoprodutor/

Por esse motivo, protesta mais uma vez frente ao preconceito contra um setor que utiliza apenas 27,7% do território do país para produzir alimentos de forma sustentável, preservando 61% do Brasil com cobertura vegetal nativa.

A CNA considera inaceitável que manifestações antidemocráticas como estas ainda tenham lugar em um evento como a Rio+20, onde os povos e as nações buscam o entendimento e a convergência para um mundo melhor, sempre respeitando a diversidade de ideias.

 

Rio de Janeiro, 21 de junho de 2012

 

 

Senadora KÁTIA ABREU

Presidente da CNA

 

 

Tags:
Fonte:
CNA

2 comentários

  • Galileu de Mello Faxinal do Soturno - RS

    É infelizmente tem patrocinadores e também conivente para que tudo acontecesse na proporção e na intensidade que tudo aconteceu. Mais uma vez mostra que de defensores da Natureza este bando não é. São atores pagos para estarem com tempo para aproveitar o melhor momento de agredir com tanta facilidade.Se quer fizeram alguma coisa positiva ao meio-ambiente, e estavam contribuindo para poluir o Local.

    0
  • Almir José Rebelo de Oliveira Tupanciretã - RS

    Cade a segurança da Rio+20? Na verdade foi tudo jogada ensaiada. Quando tem um evento com essa mídia, eles aproveitam para dar o ar da graça. No famigerado Forum Social Mundial, trouxeram o Bove para destruir pesquisas com transgênicos. Agora já tinham invadido a usina de Belo Monte. Não é surpresa que fariam o fiasco no local da Rio+20. Mas como "ambientalistas" atacam a entidade dos produtores que são modelo de desenvolvimento suatentável? Na verdade a Rio+20 está nos mandando outro recado:na votação da medida provisória do Código Florestal eles vão mostrar a cara. Podem esperar. E a posição da Ministra Izabella para nos dar o golpe da margem ciliar maior que 5 metros será de que "será o acordo possível"! Espero que estejamos vacinados contra o golpe. Alerto novamente que, quem pratica economia verde de forma sustentável é o produtor rural e queremos discutir ambientalismo com "eles". A Rio+20 derrubou a mascara deles. Eles não tem discurso e nem prática de nada. Pois então devemos ter competência para decidir o que é melhor para o Brasil. Mas fica aqui a nossa solidariedade á nossa maior Entidade , a CNA ou qualquer outra entidade que sofra ataque programado pela máfia contra o desenvolvimento brasileiro. Como é nós que estamos sustentando o País, esse atentado contra a democracia, contra a soberania, contra o direito da propriedade e contra nossa liberdade de expressão, é um atentado contra o produtor rural. Exigimos que o Governo Brasileiro, que a Rio+20, que a ONU peçam disculpas ao produtor, ao povo brasileiro, ao mundo civilizado por essa barbaridade praticada por essa gente que acha que pode tudo. É o mínimo que a Rio+20 pode fazer.

    0