Chegou a hora de politizar o debate sobre o julgamento do Mensalão

Publicado em 14/08/2012 06:46 379 exibições
por Polibio Braga (do RS)
Chegou a hora de politizar o debate sobre o julgamento do Mensalão

Em duas pesquisas subseqüentes da Datafolha que publicou domingo e segunda-feira, a Folha de S. Paulo desconstruiu a conversa mole petista e de seus aliados na mídia, nos parlamentos e na academia, que demonstram desprezo diante da influência que terá o julgamento do Mensalão nas eleições de outubro.

. “Tenho mais o que fazer”, debocha o verdadeiro chefe do Mensalão, o ex-presidente Lula, apresentado com todo o seu esplendor na corajosa fala desta segunda-feira do advogado gaúcho Luiz Francisco Corrêa Barbosa, que avisou aos ministros do STF:

- O rei está nu. Mostrem isto.

. No domingo, Datafolha demonstrou que embora 50% dos entrevistados tivessem contado que não se deixariam influenciar, a verdade é que 43% disseram o contrário. O vetor é de alta. 

. Nesta página, mais adiante, outra pesquisa, esta de segunda-feira, revela que 82% dos entrevistados acham que o Mensalão foi um caso de corrupção, o que por si só já diz tudo.

. É por isto fora de propósito que de um modo geral a mídia, com ênfase para a mídia do RS, prossiga evitando politizar a cobertura do julgamento que ocorre no STF, evitando até mesmo debates acirrados que envolvam parlamentares, dirigentes partidários, representantes políticos, cientistas políticos e analistas da cena pública, limitando-se a cansativas e burocráticas discussões jurídicas. 

. O Mensalão deitou ramificações em todos os Estados e em todos os Estados foi apoiado por poderosas forças que sustentaram o governo Lula e sustentam o governo Dilma Roussef. 

. Elas também estão em julgamento. 

. Os horários eleitorais gratuitos serão boa oportunidade para mostrar quem está direta e indiretamente em julgamento, inclusive no RS. 

. Até mesmo nos parlamentos, com ênfase para o RS, a agenda e a pauta sobre o julgamento do Mensalão parece ser dada pelo PT e seus aliados, para os quais nenhuma discussão política sobre o julgamento deve ser feita, como se um manto alienante estivesse cobrindo as melhores cabeças do Estado e do País. 


Mercado aposta em PIB ainda menor (1,81%) para 2012. Retração industrial será ainda pior.


O Boletim Focus, divulgado na manhã desta segunda-feira pelo Banco Central, mostrou que a mediana das previsões dos analistas para a expansão do PIB em 2012 passou de 1,85% na semana passada, para 1,81%; por outro lado, a aposta para a produção industrial cedeu de retração de -0,69% para uma contração de - 1% neste ano.

Pacotão de Privatização de Dilma sairá nesta quarta. Medidas ficarão longe do RS

Será nesta quarta-feira o anúncio do pacote que a revista Veja desta semana já está chamando de “Choque de Capitalismo”, um conjunto de decisões do governo Dilma Roussef, todas elas ligada a privatizações de empreendimentos na área da infraestrutura, contemplando o seguinte:

- 50 mil quilômetros de rodovias;
- 12 mil quilômetros de ferrovias;
- 5 aeroportos.

. Dilma Roussef e o PT, que abominam a palavra privatização, chamarão o pacote pelo pomposo nome de Pacote de Indução do Crescimento. Dilma acha que os empreendedores botarão R$ 60 bilhões nos projetos leiloados. 

. As medidas só chegarão até a fronteira do RS, porque o Estado é governado como uma espécie de País independente, membro do Eixo do Mal, do qual fazem parte Cuba e Coréia do Norte.

. O pacote também contemplará medidas para reduzir o preço da energia elétrica e a desonerar a folha de pagamentos. 

- As empresas que vencerem os leilões de privatização, terão que fazer obras de qualidade e manter administração eficiente. O BNDES participará dos financiamentos.

Tags:
Fonte:
Blog Polibio Braga (RS)

0 comentário