Furacão Sandy: Bolsa de Nova York confirma reabertura nesta quarta-feira

Publicado em 30/10/2012 16:32 980 exibições
No entanto, haverá um ‘plano de contingência’, caso ocorra algum problema, diz o site de Veja.com.br

A Bolsa de Valores de Nova York será reaberta na quarta-feira depois que atempestade Sandyobrigou o seufechamento durante dois dias, confirmou nesta terça-feira o chefe de operações da empresa, Larry Leibowitz. Também devem ser retomadas amanhã as cotações do mercado eletrônico Nasdaq, segundo informou a gerenciadora Nasdaq OMX, em comunicado.


A Bolsa de Valores de Nova York será reaberta na quarta-feira depois que a tempestade Sandy obrigou o seu fechamento durante dois dias, confirmou nesta terça-feira o chefe de operações da empresa, Larry Leibowitz. Também devem ser retomadas amanhã as cotações do mercado eletrônico Nasdaq, segundo informou a gerenciadora Nasdaq OMX, em comunicado.

“Por enquanto, estamos fazendo o possível para abrir amanhã e esperamos fazer isso”, disse Leibowitz, que conta também com um ‘plano de contingência’ caso ocorra algum problema. A Bolsa deve ser reaberta às 9h30 no horário local (12h30 de Brasília).

"Nosso edifício e sistemas não se viram danificados e nossos empregados estiveram trabalhando diligentemente para assegurar que amanhã tenhamos uma abertura tranquila", disse o executivo-chefe da NYSE Euronext, Duncan Niederauer.

A gerenciadora do pregão nova-iorquino, NYSE Euronext, advertiu que a Bolsa pode trocar para o modo eletrônico caso seja preciso. Os prédios do Wall Street e da NYSE, localizados na zona sul de Manhattan, estão entre as construções que ficaram sem energia em Nova York por causa da tempestade.

Esta foi a primeira vez que a Bolsa de Nova York foi fechada em decorrência de um fenômeno natural desde 1985, quando o furacão Gloria obrigou a interrupção das atividades. A Bolsa também permaneceu quatro dias fechada após os atentados de 11 de setembro de 2001.

Leia também:
Obama cancela campanha em Ohio para monitorar Sandy
Sandy provoca cancelamento de 15.500 voos nos EUA
Impacto do furacão Sandy para a economia deve ser limitado

O maior banco dos EUA, JPMorgan Chase & Co, espera que os seus funcionários possam voltar ao trabalho na quarta-feira. O Citigroup, no entanto, tem alguns de seus prédios inundados, e deve levar ainda dois dias para retomar as atividades. A volta ao trabalho dos funcionários deve ser complicada pelo problema nos transportes públicos; o serviço do metrô nova-iorquino deverá ficar suspenso por até cinco dias.

Tempestade - Em sua passagem pelos Estados Unidos, a tempestade Sandy deixou 8,1 milhões de casas e estabelecimentos comerciais sem energia - número próximo ao registrado durante a passagem do furacão Irene, em agosto de 2011, quando 8,4 milhões de residências ficaram no escuro.

Contudo, o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos reclassificou Sandy de furacão para ciclone pós-tropical nesta manhã. O fenômeno começou a perder força, diminuindo o volume de chuva sobre a costa leste dos EUA.

Tags:
Fonte:
veja.com.br

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário