Aplicação aérea de agrotóxicos está permitida até 30 de junho, informa Stephanes

Publicado em 12/12/2012 17:47 465 exibições
O deputado federal Reinhold Stephanes (PSD-PR), informa que está autorizada até 30 de junho de 2013 a pulverização aérea de produtos agrotóxicos que contenham os ingredientes ativos Imidacloprido, Fipronil, Tiametoxan e Clotianidina, apenas para as culturas do arroz, cana-de-açúcar, soja e trigo. A soja, no entanto, possui um cronograma de aplicação específico. No Centro-Oeste a pulverização aérea foi autorizada entre 20 de novembro e 01 de janeiro de 2013. No Norte, de 01 janeiro a 20 de fevereiro. No Sul, de 01 de dezembro de 2012 a 15 de janeiro de 2013.

Ainda no caso específico da soja, a aplicação deverá ser restrita a uma única pulverização aérea durante todo o ciclo da cultura para o controle de pragas agrícolas, em especial, os percevejos. Nas áreas de produção de sementes de soja, foram permitidas duas aplicações.

De acordo com o presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Soja do Mato Grosso (Aprosoja), Carlos Henrique Fávaro, as restrições à pulverização podem causar prejuízos na ordem de R$ 900 milhões apenas esse ano e de R$ 4 bilhões até 2020, além de eliminar 220 mil postos de trabalho. Já o diretor-executivo da Associação Brasileira de Produtores de Algodão
(Abrapa), Márcio Antonio Portocarrera, afirma que as perdas na produção podem chegar a 90% sem o controle eficiente das pragas.

Tags:
Fonte:
AI deputado Reinhold Stephanes

0 comentário