Exportações de tabaco batem recorde histórico em 2012

Publicado em 17/01/2013 08:28
205 exibições
Tendência apontada por pesquisa da PwC se confirmou: foram mais de US$ 3,26 bilhões em divisas. A China se destacou como maior importadora do produto brasileiro.
Industrializadas no sul do Brasil, as folhas de tabaco foram responsáveis por 1,34% das exportações totais do país em 2012. Segundo dados da Secretaria de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (SECEX/MDIC), em todo o Brasil foram exportados US$ 3,26 bilhões de tabaco processado, montante recorde em 20 anos de hegemonia brasileira na liderança mundial de exportação da folha. A marca supera o último recorde registrado em 2009, com US$ 3,05 bilhões em divisas. Desde 1993, o Brasil é o maior exportador mundial de tabaco, à frente da Índia, Estados Unidos e Malawi.

A tendência de recorde foi apontada pela pesquisa da PricewaterhouseCoopers (PwC), encomendada pelo SindiTabaco (Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco). Segundo a PwC, os embarques de 2012 apresentariam um aumento de 6% a 10% no volume, e de 2% a 6% em dólares, se comparado ao ano anterior. O resultado das exportações ultrapasou a expectativa de crescimento e reflete a importância econômica do setor, especialmente para a Região Sul do País, avalia Iro Schünke, presidente do SindiTabaco. Em 2012, o tabaco representou 12,9% do total das exportações gaúchas e 10,8% dos embarques catarinenses. A Região Sul é conhecida por produzir 96% do tabaco brasileiro.

Atualmente, mais de 85% do tabaco produzido no Brasil é exportado para 100 países. A União Europeia continua sendo o principal destino do tabaco brasileiro (40%), seguida pelo Extremo Oriente (27%), e da América do Norte (12%) e Leste Europeu (9%). A África e o Oriente Médio foram destinos de 7% do tabaco exportado, seguidos da América Latina, com 5%. A China continua sendo o maior país comprador de tabaco brasileiro (US$ 478 milhões), seguida da Bélgica (US$ 398 milhões) e dos Estados Unidos (US$ 369 milhões).

O Brasil é muito importante no cenário mundial de tabaco, possui a liderança no ranking de exportação desde 1993 graças à qualidade e integridade do produto que é comercializado para mais de 100 países. Outro forte fator concorrencial junto aos clientes internacionais é a produção sustentável conduzida no País, levada a sério por nossas empresas associadas, reforça Schünke. 

EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE TABACO 2012
Brasil
US$ 3,26 bilhões total exportado pelo País
638 mil toneladas Brasil
Região Sul
US$ 3,21 bilhões da região Sul
633 mil toneladas Região Sul

PAÍSES IMPORTADORES DE TABACO (acima de US$ 100 milhões)
1º China US$ 478 milhões
2º Bélgica US$ 398 milhões
3º EUA US$ 369 milhões
4º Rússia US$ 214 milhões
5º Holanda US$ 212 milhões
6º Alemanha US$ 167 milhões
7º Polônia US$ 121 milhões
8º Indonésia US$ 115 milhões

PRINCIPAIS MERCADOS
40% União Europeia (US$ 1,3 bilhão)
27% Extremo Oriente (US$ 892,7 milhões)
12% América do Norte (US$ 379,7 milhões)
9% Leste Europeu (US$ 301,1 milhões)
7% África/Oriente Médio (US$ 210,7 milhões)
5% América Latina (US$ 174,5 milhões)

PARTICIPAÇÃO DO TABACO NO TOTAL DAS EXPORTAÇÕES
Rio Grande do Sul 12,9%
Santa Catarina 10,8%
Região Sul 7,3%
Brasil 1,34%

Fonte: SECEX/MDIC, 2012
Tags:
Fonte: SindiTabaco

Nenhum comentário