Publicidade

Governo financia R$ 6,4 bi para médios produtores em sete meses

Publicado em 06/03/2013 14:00 277 exibições
Por meio do Programa de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp), o Governo Federal autorizou R$ 6,4 bilhões em financiamentos ao médio produtor brasileiro entre julho de 2012 e janeiro deste ano. O resultado representa alta de 49% sobre os R$ 4,3 bilhões disponibilizados nos mesmos meses da safra 2011/12. Os dados são do Departamento de Economia Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Deagri/Mapa).

Os empréstimos na modalidade de investimento apresentaram acréscimo de 26% no período, passando de R$ 1,2 bilhão para R$ 1,6 bilhão. A maior alta, no entanto, foi a relativa aos financiamentos de custeio, que somaram R$ 4,8 bilhões – aumento de 60% sobre os R$ 3 bilhões obtidos pelos produtores na safra anterior.

“Esse foi o maior valor já disponibilizado pelo governo ao Pronamp, no período. Essa modalidade de crédito é fundamental para apoiar os que estão entre os mais importantes da cadeia produtiva agropecuária, que são os médios produtores”, afirmou o secretário de Política Agrícola do Mapa, Neri Geller, acrescentando que os volumes de financiamento vêm crescendo desde o início da safra 2012/13.

Durante a safra atual, o Governo elevou o limite de financiamento de custeio por produtor de R$ 400 mil para R$ 500 mil, além de reduzir a taxa de juros de 6,25% para 5% e aumentar a renda bruta anual de R$ 700 mil para R$ 800 mil para enquadramento no Pronamp.

Ao todo, os recursos liberados entre julho de 2012 e janeiro deste ano representam 57,3% dos R$ 11,15 bilhões disponíveis até julho. A avaliação das contratações do crédito agrícola, atualizada mensalmente, é realizada pelo Grupo de Acompanhamento do Crédito Rural, coordenado pela Secretaria de Política Agrícola (SPA/Mapa).
Tags:
Fonte:
Mapa

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário