Índice Ceagesp registra leve alta de 0,5% em abril

Publicado em 08/05/2013 12:01 285 exibições
Coentro, espinafre, couve e alface lisa apresentaram majorações e influenciaram na elevação do Índice. No ano, o indicador registra elevação de 6,22% e nos últimos 12 meses o aumento foi de 22,37%.
No mês de abril, o Índice CEAGESP registrou pequena alta de 0,5%. A oscilação de preços foi negativa em todos os setores de comercialização, com exceção no de verduras que registrou alta acentuada em razão das condições climáticas adversas. No ano, o indicador registra elevação de 6,22% e nos últimos 12 meses o aumento foi de22,37%. “Apesar da queda, produtos como coentro, espinafre, couve e alface lisa apresentaram acentuadas majorações de preços e influenciaram na elevação do Índice no último mês”, explica Flávio Godas, economista da CEAGESP.

O setor de pescados foi o que registrou a maior queda, de 2,01%. Principais baixas: sardinha (-17,1%), atum (-16,3%), anchovas (-16%), corvina (-15,9%) e curimbatá (-9,1%). Principais altas: robalo (14,9%), salmão (9,4%) e namorado (5,7%).

A seguir, as frutas registraram queda de 0,86%. Principais baixas: abacate fortuna (-56,7%), laranja lima (-33,7%), atemoia (-28,6%), uva niagara (-14,1%) e mamão papaya (-11,6%). Principais altas: morango (50,2%), figo (24,3%), banana nanica (18,3%) e uva itália (15,9%).

Nos legumes, a queda foi de 0,63%. Principais baixas: ervilha torta (-33,7%), pepino comum (-32,3%), tomate (-21,2%) e abobrinha italiana (-10,8%). Principais elevações: pimentão verde (56,2%), quiabo liso (30,1%) e beterraba (17,1%).

O setor de diversos recuou 0,16%. Principais baixas: amendoim (-10,8%), canjica (-5,7%), ovos (-4,4%) e cebola (-1,7%). Principais altas: batata comum (4,8%), e coco seco (21,6%).

Já o setor de verduras registrou elevação de 17,34%. Principais altas: coentro (119,9%), espinafre (41,3%), couve (33,6%) e alface lisa (27,9%). Principal queda: repolho (19,9%).

Tendência:

Preservadas as condições climáticas atuais, a expectativa para maio é de redução de preços em todos os setores de comercialização. Há, nesta época, uma natural retração no consumo e, como as condições climáticas costumam ser satisfatórias, a expectativa é de elevação do volume ofertado, ótima qualidade e redução dos preços praticados da maioria dos produtos comercializados. Em razão da sazonalidade, alguns aumentos pontuais poderão ocorrer durante o mês de maio nos preços do tomate, batata e cebola.

Índice CEAGESP

Com o objetivo de traduzir melhor a situação do mercado, em 2012, o Índice CEAGESP passou por uma revisão e foram acrescentados mais produtos à cesta, que agora contabiliza 150 itens.

Pera, atemoia, abóboras, inhame, cará, maxixe, cogumelo, berinjela japonesa, hortelã, moyashi, orégano, ovos vermelhos, além das verduras hidropônicas como alfaces, agrião, rúcula, são os novos produtos acompanhados pelo Índice, pois tiveram entradas regulares durante todos os meses de 2011.

Primeiro balizador de preços de alimentos frescos no mercado, o Índice CEAGESP é um indicador de variação de preços no atacado de Frutas, Legumes, Verduras, Pescado e Diversos. Divulgados mensalmente, os itens da cesta foram escolhidos pela importância dentro de cada setor e ponderados de acordo com a sua representatividade. O Índice foi lançado em 2009 pela CEAGESP, que é referência nacional em abastecimento.

Clique aqui para ampliar!

Tags:
Fonte:
Ceagesp

0 comentário